29 de June de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

China e ONU por maior entendimento em questões de direitos humanos

China e ONU por maior entendimento em questões de direitos humanos

Beijing, 24 de maio (Prensa Latina) O Ministro da Relações Exteriores chinês Wang Yi e a alta comissária da ONU para os Direitos Humanos, Michelle Bachelet, optaram pela visita do funcionário para gerar maior entendimento em sua esfera, informaram hoje fontes oficiais.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

De acordo com um comunicado do Ministério das Relações Exteriores, as partes mantiveram conversações e manifestaram a esperança de que esta oportunidade sirva também para fomentar a cooperação e a confiança mútua.

Wang lembrou que esta é a primeira viagem de um alto comissário da ONU para os Direitos Humanos ao gigante asiático em 17 anos, considerou-a um marco para cada lado e defendeu que permitisse que qualquer desinformação fosse esclarecida.

Ele se referiu à importância que o Partido Comunista da China atribui ao bem-estar, progresso e proteção dos direitos e interesses legítimos de todos os grupos étnicos do país.

Segundo ele, a nação oriental é defensora de valores universais como paz, justiça, democracia e liberdade, contribuiu para a solução de grandes problemas da humanidade e é promotora do desenvolvimento dos direitos humanos no mundo.

No último ponto, o ministro também pediu respeito mútuo, inclusão e oposição à politização da questão, duplicidade de critérios e confronto entre blocos, além de levar em conta os fatos específicos e as condições nacionais de cada país.

Bachelet saudou as contribuições da China em questões como apoio ao multilateralismo, desenvolvimento sustentável, redução da pobreza e combate às mudanças climáticas, entre outros.

Da mesma forma, desejou que sua estadia termine com o consenso entre as partes para enfrentar os desafios globais e avançar ainda mais na causa internacional dos direitos humanos.

A alta comissária da ONU iniciou nesta segunda-feira uma visita oficial que se estenderá até o dia 28 e incluirá intercâmbio com autoridades governamentais e atores da sociedade civil de diversas partes do país.

Sua agenda inclui um passeio pela região autônoma uigur de Xinjiang (noroeste), com forte presença de muçulmanos e frequentemente usada pelo Ocidente para lançar acusações contra a China sobre a suposta violação dos direitos humanos.

O Ministério das Relações Exteriores disse que facilitará a visita a Xinjiang e que o objetivo será “promover o intercâmbio e a cooperação entre as duas partes”, rejeitando qualquer manipulação política nesse sentido.

acl/ymr/hb

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.