27 de May de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Greve contra políticas governamentais impacta escolas francesas

greve-contra-politicas-governamentais-impacta-escolas-francesas

Greve contra políticas governamentais impacta escolas francesas

Paris, 13 Jan (Prensa Latina) Escolas, colégios e faculdades na França hoje estão com as portas fechadas devido a uma greve promovida por 11 sindicatos da educação, que acusam o governo de lidar mal com o Covid-19 no setor.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Teremos que esperar os balanços oficiais para saber o alcance do protesto, mas sindicatos como o SNUipp-FSU, um dos principais na área de educação, previam até 75% de acompanhamento e metade das instalações fechadas .

Segundo os sindicatos, a greve busca refletir a indignação de professores, gestores, pais e outros com as políticas e protocolos aplicados para conter a propagação da pandemia nas salas de aula, concentrando críticas ao ministro da Educação, Jean-Michel Blanquer .

Estamos em meio a uma crise sanitária e não é fácil decidir fazer parte de tal medida, mas as três mudanças sucessivas de protocolos sanitários em uma semana são uma amostra do que vivemos há dois anos, alertou Bruno. Bobkiewicz, secretário-geral do Snpden, que agrupa o pessoal de gestão.

Blanquer reprovou o apelo ao protesto, afirmando que “não há greve contra um vírus”, enquanto o presidente Emmanuel Macron defendeu a gestão do governo contra o Covid-19 na educação, embora reconheça que “nenhum sistema é perfeito”.

O sindicato nacional de escolas secundárias, faculdades, escolas e superiores respondeu que a greve não é contra um vírus, mas contra um ministro da Educação e um governo, que são os que tomam as decisões.

Por sua vez, o SNUipp-FSU, que agrupa professores filiados à Federação Sindical Unitária, descreveu a situação prevalecente como “uma bagunça indescritível”.

Segundo o historiador educacional francês Claude Leliÿvre, trata-se de uma mobilização inédita no setor.

Não é como outras vezes, em que os sindicatos lançaram uma única chamada, aqui começou com um e pouco a pouco os outros se juntaram para dizer basta, explicou conforme citado pelo jornal Le Figaro.

jf/wmr/jcfl

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.