20 de January de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Governo francês espera ativar cartão de vacinação em nove dias

Governo francês espera ativar cartão de vacinação em nove dias

Paris, 6 de Jan (Prensa Latina) O primeiro-ministro francês, Jean Castex, reiterou hoje o objetivo do governo de fazer valer o cartão de vacinação no dia 15 de janeiro, apesar do atraso nos debates na Assembleia Nacional.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Em declarações à rede de TV BFM, Castex frisou que espera a concretização desse objetivo, depois de na madrugada desta quarta-feira a Assembleia, dominada pelo partido no poder, aprovar em primeira leitura o projeto de lei que transforma o atual passe de saúde em passe vacinação contra Covid -19.

A votação na câmara terminou com 214 deputados a favor, 93 contra e 27 abstenções, pelo que é oportuno discutir no Senado a iniciativa com que o governo pretende pressionar os cinco milhões de franceses relutantes em serem imunizados, em plena disseminação da variante Ômícron do coronavírus SARS-CoV-2.

Ontem, o Senado, controlado pela oposição, decidiu que a análise do texto começará no plenário no dia 11 de janeiro.

Isso põe em risco o objetivo do governo, posição firmada a partir dos polêmicos comentários do presidente Emmanuel Macron, que admitiu que fará todo o possível para “incomodar” as pessoas que insistem em não se vacinar.

A Castex destacou que tentará convencer a Câmara Alta a avançar nos debates sobre o projeto, que se aprovado, condicionará as viagens e o acesso a restaurantes, cinemas, teatros, eventos, estádios e outras dependências à apresentação do cartão de vacinação, que só será ativado com um esquema completo. O caminho para a transformação do passe sanitário pode ser complicado, já que o Senado certamente modificará o texto promovido pelo Executivo, o que obrigaria os parlamentares das duas câmaras a buscar uma versão comum, que teria que ser adotada nas duas instâncias.

Se a comissão mista de deputados e senadores não chegasse a um entendimento, a iniciativa voltaria a ser debatida nas duas câmaras, mas na França é a Assembleia Nacional que dá a última palavra.

Setores da oposição veem na aprovação da vacinação um atentado às liberdades individuais, embora reconheçam o complexo cenário epidemiológico vigente, agravado na véspera com o relato de mais de 330 mil infecções por Covid-19, número inédito em quase dois anos de pandemia.

jf / wmr / fav

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.