27 de June de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Produção de armas de fogo nos EUA triplicou

Produção de armas de fogo nos EUA triplicou

Washington, 25 mai (Prensa Latina) A produção de armas de fogo nos Estados Unidos triplicou nas últimas duas décadas, de acordo com um relatório oficial divulgado à medida que os tiroteios em massa e a violência estão aumentando.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

O relatório, publicado pelo Bureau of Alcohol, Tobacco, Firearms and Explosives (ATF), pintou um retrato estatístico vivo de uma nação que se arma até os dentes com quase 400 milhões de dispositivos letais nas mãos da população.

Os números revelaram uma indústria em crescimento, com a produção interna anual de armas civis aumentando de 3,9 milhões em 2000 para 11,3 milhões em 2020 (o último ano para o qual há dados disponíveis), com as vendas externas aumentando em 240 por cento no mesmo período de tempo.

O documento da ATF mostrou como as preferências de compra mudaram, com as pistolas semiautomáticas ultrapassando os rifles de venda, indicando que o motivo de tais compras não é principalmente para esporte ou caça, mas para proteção pessoal.

Como se os dispositivos fabricados domesticamente não fossem suficientes, os EUA importaram seis vezes mais armas em 2020 em comparação com 20 anos antes, e as autoridades policiais confiscaram mais de 19.000 armas caseiras em 2021, sem nenhum registro ou forma de monitorá-las.

Esta informação chega em um momento em que os Estados Unidos estão em choque após um tiro de 18 anos e mataram 19 crianças e dois adultos em uma escola primária do Texas na terça-feira.

O massacre ampliou o debate nacional sobre a necessidade de legislação sobre armas diante da espantosa violência armada nos Estados Unidos, onde a violência armada atingiu mais de 200 e as fatalidades relacionadas com armas de fogo excedem 17.000, de acordo com o Gun Violence Archive.

O Presidente dos EUA Joe Biden emitiu uma declaração no dia anterior, na qual expressou seu pesar e pediu aos membros do Congresso que “transformassem esta dor em ação” sobre a legislação de controle de armas.

Os legisladores se recusam a limitar o acesso a armas em um país onde mais de cem pessoas são baleadas todos os dias, mas a poderosa Associação Nacional de Espingardas está pressionando os membros do Congresso a rejeitar qualquer mudança.

Duas propostas para regulamentar tais dispositivos passaram na Câmara dos Deputados em março de 2021, mas definharam no Senado, onde os democratas têm mostrado até agora pouco interesse em uma batalha para encontrar os 10 votos republicanos necessários para seguir em frente.

Enquanto continua o desacordo no Capitólio sobre um projeto de lei sobre o assunto, é a população, especialmente os negros e as minorias latinas, que suportam o fardo do número de mortos e aqueles afetados pelo flagelo, de acordo com pesquisas e estatísticas oficiais.

mgt/avr/bm

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.