7 de July de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Palestinos alertam contra marcha de direita israelense em Jerusalém

Palestinos alertam contra marcha de direita israelense em Jerusalém

Ramallah, 25 de maio (Prensa Latina) A Organização para a Libertação da Palestina (OLP) alertou hoje que a manifestação planejada pelos colonos e pela direita israelense na área ocupada de Jerusalém para o próximo domingo pode incendiar a região.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

A chamada Marcha das Bandeiras é um fusível em pó que pode causar um novo surto na área, destacou Adnan Al-Husseini, chefe do Departamento de Jerusalém da OLP.

O governo daquele país está tentando exportar sua crise interna permitindo que colonos passem pelas ruas da Cidade Velha de Jerusalém ocupada, denunciou, aludindo aos problemas do primeiro-ministro Naftali Bennett, cuja aliança no poder permaneceu em minoria parlamentar dias atrás.

Al-Husseini condenou as contínuas violações, bem como os apelos da direita israelense para invadir a Mesquita de Al-Aqsa, o terceiro local mais sagrado para os muçulmanos.

Consideramos Bennett diretamente responsável por “suas decisões extremistas e suas atividades coloniais em Jerusalém”, disse ele.

Da mesma forma, ele criticou os padrões duplos da comunidade internacional e pediu a imposição de sanções contra Tel Aviv.

Na semana passada, o Ministério das Relações Exteriores da Palestina criticou a marcha planejada, considerando que faz parte da estratégia para tentar judaizar aquela área da cidade.

A manifestação midiática e as campanhas de incitação que a acompanham são parte integrante dos projetos e planos da ocupação, denunciou a Chancelaria em nota.

O legislador árabe-israelense Ayman Odeh também questionou o passeio, avaliando que é apenas uma desculpa para a extrema direita incendiar a área e causar tumultos nas ruas.

A Marcha das Bandeiras é uma celebração nacionalista de incitação e queima, a marcha de milhares de ativistas de direita instigada nas ruas de Jerusalém Oriental é um dedo no olho de todo o povo palestino, estima também a deputada Aida Touma-Sliman.

O exército israelense ocupou a parte leste da metrópole em 1967 e, desde então, mantém o território sob seu controle, apesar das resoluções do Conselho de Segurança.

De fato, em 1980 as autoridades do país declararam toda a cidade capital eterna e indivisível, posição rejeitada pela comunidade internacional.

oda/rob/glmv

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.