26 de June de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Líder do Tribunal Eleitoral Brasileiro critica vazamento presidencial

Líder do Tribunal Eleitoral Brasileiro critica vazamento presidencial

Brasília, 2 fev (Prensa Latina) O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) do Brasil, Luís Barroso, criticou o presidente Jair Bolsonaro por divulgar dados confidenciais sobre aquele órgão, informou hoje um jornal local.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Bolsonaro revelou em redes sociais informações sensíveis de TSE entregues à Polícia Federal para investigação, acrescentou o também membro do Supremo Tribunal Federal (STF), citado pela Gazeta do Povo.

Barroso garantiu que seu Tribunal “prega a transparência”, razão pela qual censurou a ação de Bolsonaro de divulgar esses dados, “o que ajuda milícias digitais e hackers de todo o mundo a invadir nossos equipamentos”.

A indiscrição presidencial levou a uma investigação do presidente, que foi convocado pela Polícia Federal em 28 de janeiro para testemunhar, mas absteve-se de fazê-lo com o argumento de que ele estava exercendo seu “direito de estar ausente”.

A divulgação desses dados confidenciais, lembrou Barroso, levou o TSE a adotar “uma série de medidas” para reforçar a segurança cibernética dos sistemas do tribunal.

“Bolsonaro, enfatizou,” vazou a área de Tecnologia da Informação do TSE”. Não há adjetivos para qualificar a atitude deliberada de facilitar a exposição do processo eleitoral a possíveis ataques de criminosos”.

A publicação do presidente da investigação da Polícia Federal veio em um momento em que a implementação de urnas impressas com contagem pública e manual para as próximas eleições estava sendo debatida.

O presidente alegou, ao divulgar o documento, que os eleitores deveriam saber sobre uma suposta invasão hacker dos sistemas e bancos de dados do TSE.

A Procuradoria Geral, por sua vez, defendeu a investigação judicial lançada em agosto de 2021 contra Bolsonaro por causa do vazamento da investigação confidencial.

Uma recomendação para continuar a investigação foi transmitida pelo Procurador Geral, Augusto Aras, ao ministro do STF, Alexandre de Moraes.

O magistrado reconheceu nesta comunicação que o Chefe de Estado revelou um documento confidencial, que “tipifica uma possível ofensa ao Código Penal e justifica a necessidade de manter a investigação”.

rgh/apb/bm

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.