26 de May de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Palestina condena silêncio dos EUA sobre colonização israelense

Palestina condena silêncio dos EUA sobre colonização israelense

Palestina condena silêncio dos EUA sobre colonização israelense

Ramallah, 16 jan (Prensa Latina) O Ministério das Relações Exteriores da Palestina denunciou hoje o silêncio dos Estados Unidos e da comunidade internacional diante da estratégia israelense de colonização e judaização de Jerusalém Oriental ocupada.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

O Ministério das Relações Exteriores afirmou em comunicado que Tel Aviv pretende com esta campanha mudar o quadro histórico, legal e demográfico da Cisjordânia.

Com esta política, as autoridades israelenses fecham a porta para a criação de um Estado palestino com fronteiras anteriores à guerra de 1967, com Jerusalém Oriental como capital, alertou.

Nesse sentido, denunciou a aprovação de sucessivos projetos de construção de bairros para isolar a parte oriental daquela cidade do resto da Cisjordânia.

O texto condenava o assédio aos colonos, a demolição de casas palestinas, a limpeza étnica, a repressão, os abusos e as restrições impostas por aquele país.

No início deste ano, as autoridades israelenses aprovaram cinco projetos para construir 3.557 casas para judeus naquela região.

Para o especialista Fakhri Abu Diab, pesquisador de assuntos de Jerusalém, essas iniciativas fazem parte de uma estratégia mais ampla para judaizar a área e isolá-la da Cisjordânia.

O plano é mais extenso, e inclui a norte a construção de 9.000 habitações no antigo aeroporto de Qalandia (projeto paralisado em 2020 devido a críticas internacionais) e um novo bairro no corredor leste conhecido como E1, sublinhou.

As tropas israelenses ocuparam Jerusalém Oriental na guerra de 1967 e desde então se recusaram a se retirar, apesar das resoluções do Conselho de Segurança da ONU.

De fato, em 1980 as autoridades israelenses declararam toda a cidade a capital eterna e indivisível do país, posição rejeitada pela comunidade internacional, que considera a área oriental como parte do futuro Estado palestino.

mem/rob/ls

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.