20 de January de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Organismo africano impõe sanções ao Mali por atrasar eleições

organismo-africano-impoe-sancoes-ao-mali-por-atrasar-eleicoes

Organismo africano impõe sanções ao Mali por atrasar eleições

Acra, 10 jan (Prensa Latina) A Comunidade de Estados da África Ocidental (Cedeao) impôs sanções ao Mali depois que a junta militar governante não cumpriu um calendário para realizar eleições que devolvem civis ao poder, informou hoje a imprensa local.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Segundo estas fontes, que citaram representantes do Cedeao, entre as medidas ditadas numa Cimeira extraordinária do órgão sub-regional, realizada nesta capital do Gana, está o congelamento dos bens do Mali no Banco Central dos Estados da África Ocidental.

Também incluem o fechamento das fronteiras entre o Mali e os Estados membros da organização e a imposição de um bloqueio de mercadorias, uma disposição que exclui a possibilidade de afetar suprimentos médicos e produtos considerados essenciais, afirmam os relatórios.

A par destas medidas, os Chefes de Estado ou de Governo do Cedeao ordenaram a retirada dos embaixadores daquela comunidade instalada em Bamako, indicou a televisão pública.

Essas novas imposições vêm depois que o bloco decidiu em uma cúpula realizada em 12 de dezembro do ano passado para congelar ativos e proibiu cerca de 150 funcionários e familiares de viajar dentro da área de Cedeao.

As sanções mais recentes são adotadas em decorrência do fato da Junta militar ter solicitado recentemente um prazo de cinco anos, a partir de 1º de janeiro, para a realização das eleições presidenciais e legislativas, o que foi rejeitado pela entidade sub-regional, a qual é composta de 15 países, considerando que é muito longo.

Anteriormente, depois de ser destituído do poder em agosto de 2020, o presidente Ibrahim Abubacar Keita, comandantes militares do Conselho de Transição, liderado pelo Coronel Assimi Goita, prometeu restaurar o governo civil em fevereiro de 2022.

No entanto, em maio de 2021, o próprio Goita e seus acólitos uniformizados encenaram um novo golpe, forçando o governo civil provisório a sair.

Em meio à crescente instabilidade política, social e econômica, em meio à Covid-19, Mali, um país do Sahel, também é atormentado pela violência em seu território, derivada da presença de grupos islâmicos radicais, incluindo o Estado Islâmico.

jf / obf / ls

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.