17 de August de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Sinais de alerta em Angola devido a infecções por Covid-19

Sinais de alerta em Angola devido a infecções por Covid-19

Luanda, 6 Jan (Prensa Latina) As estatísticas oficiais angolanas indicam hoje uma tendência ascendente das infecções pela Covid-19, tendo registado uma taxa de positividade de 71,9 pontos percentuais nas análises laboratoriais em 24 horas.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

De acordo com o relatório diário mais recente, 1.790 amostras foram processadas nos testes de RT-PCR, das quais 1.287 foram positivas para infecção pelo coronavírus SARS-CoV-2, causador da doença.

O relatório também confirmou a realização de 2.215 testes rápidos de antígenos, com 683 resultados positivos e 1.532 negativos.

O país notificou nesta quarta-feira 1.970 novos casos, apesar dos esforços do Governo para garantir a vacinação em massa dos cidadãos e o cumprimento das medidas de biossegurança nas escalas individual e coletiva.

A província de Luanda manteve o nível mais elevado de incidência nacional, quantificando 727 dos 1.970 casos, alertou a análise epidemiológica.

Até à data, pouco mais de oito milhões de angolanos receberam as duas primeiras vacinas Covid-19, o que equivale a 50,81 por cento da população esperada, mas apenas cerca de quatro milhões completaram o calendário de vacinação (25,91 por cento), avança o documento.

Segundo a fonte, durante a semana epidemiológica número 53, de 27 de dezembro a 2 de janeiro, as taxas de incidência e letalidade da Covid-19 foram de 34,8 por 100.000 habitantes e 0,2 pontos percentuais, respectivamente.

A imunização em massa continua a ser a medida mais eficaz no combate à pandemia, reiterou recentemente o presidente João Lourenço, que destacou a existência de quantidade de vacinas em quantidade suficiente para a sua aplicação gratuita à população.

Mais de 100 mil crianças e adolescentes, de 12 a 17 anos, já receberam a dose inicial desde o início da vacinação daquele grupo populacional, no dia 16 de dezembro, disse à imprensa o secretário de Estado da Saúde Pública Franco.

Os pais e encarregados de educação devem continuar a mobilizar os alunos para a adesão à campanha, disse o médico em declarações à Rádio Nacional de Angola.

jf / mjm / fav

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.