20 de January de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Disparidades atrapalham o progresso econômico de Bangladesh

Disparidades atrapalham o progresso econômico de Bangladesh

Disparidades atrapalham o progresso econômico de Bangladesh

Daca, 26 dez (Prensa Latina) Bangladesh celebrou recentemente o aniversário de ouro do Dia da Vitória em meio às disparidades de renda e riqueza que acompanharam o progresso socioeconômico do país nos últimos 50 anos.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Os objetivos de estabelecer igualdade e justiça social no país inspiraram o povo a participar da sangrenta guerra de independência do Paquistão, que durou nove meses, refletiu o portal New Age.

Após a fome em 1974 e as convulsões políticas antes e depois dos anos 1980, o país passou por uma grande mudança na política econômica, com o setor privado dominando a economia desde o início dos anos 1990.

Desde então, o crescimento econômico se acelerou e a pobreza diminuiu, embora grandes proporções da população continuem vulneráveis, pois sua renda não aumentou.

A desigualdade também cresceu de forma alarmante à medida que os economistas apontam que os 5,0% mais ricos da população possuem mais de 95,0% da renda total do país.

O coeficiente de Gini, que representa a desigualdade de riqueza em um país, era de 0,42 em 2005 em Bangladesh e aumentou para 0,48 em 2016.

Quanto maior o valor do coeficiente de Gini, maior a desigualdade na sociedade.

O tamanho da população ultra-rica em Bangladesh cresceu mais rápido do que em qualquer outro país entre 2010 e 2019, de acordo com um relatório da empresa de pesquisas Wealth-X.

O Diretor Executivo do Policy Research Institute, Ahsan H Manusr, disse que o crescimento econômico do país beneficiou muito os mais ricos, principalmente devido à disparidade de renda.

Bangladesh registrou um crescimento anual acima de 6,0% em média na última década, e um crescimento de 3,5%, mesmo durante a pandemia de Covid-19 em 2019-20.

Conforme estimado pelo Fundo Monetário Internacional, a renda per capita de Bangladesh foi de US $1.888, em comparação com US $1.877 da Índia em 2020.

Os indicadores de desenvolvimento social do país, como igualdade de gênero, empoderamento das mulheres, taxa de mortalidade e expectativa de vida, também foram melhores do que os da Índia naquele ano.

Graças ao influxo de remessas, à exportação de roupas e à crescente produção de alimentos pelos agricultores, a dinâmica da economia mudou, criando fortes classes de consumidores e fabricantes no país.

Em 2020-21, o país recebeu US $24,77 bilhões em remessas que ajudaram a se orgulhar de uma reserva cambial de mais de US $45 bilhões, superior ao necessário para pagar as importações por três meses.

Espera-se que Bangladesh deixe para trás seu status de país menos desenvolvido em 2026.

jha / abm / hb

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.