22 de January de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Estudo confirma a eficácia da vacina de reforço Covid-19

Estudio, vacuna, reforzamiento, efectividad

Estudo confirma a eficácia da vacina de reforço Covid-19

Londres, 3 dez (Prensa Latina) As vacinas de reforço contra a Covid-19 podem aumentar drasticamente a resposta imune quando administradas três meses após a segunda dose, de acordo com os resultados de um estudo científico divulgado hoje.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

O ensaio clínico, liderado por especialistas da Universidade de Southampton na Inglaterra e publicado na revista The Lancet, utilizou sete imunógenos desenvolvidos com diferentes tecnologias, o que impulsionou as defesas das 3.000 pessoas que participaram.

Os cientistas disseram, entretanto, que as vacinas AstraZeneca/Oxford, Pfizer/BioNTech e Moderna, que são as utilizadas no Reino Unido como um impulsionador, tiveram melhor desempenho.

Aqueles que receberam o Pfizer após um curso completo do AstraZeneca tiveram níveis 25 vezes maiores de anticorpos para o coronavírus Sars-CoV-2 um mês após receberem aquela terceira injeção, enquanto aqueles vacinados com três doses consecutivas de Pfizer viram suas defesas aumentarem mais de oito vezes.

O melhor desempenho foi o Moderna, que aumentou a imunidade até 32 vezes naqueles que receberam AstraZeneca na programação inicial, e até 11 vezes no grupo Pfizer.

De acordo com os pesquisadores, a resposta foi forte contra todas as variantes do vírus, incluindo Alfa, Delta e a cepa original, portanto, há esperança de que a vacina de reforço também seja eficaz contra à “micron, recentemente identificada na África do Sul.

O Reino Unido começou a dar a terceira dose em setembro passado aos idosos e vulneráveis seis meses após a segunda dose, mas após a detecção da nova variante na semana passada, estendeu a oferta a todos com mais de 18 anos e encurtou o tempo para 90 dias.

Até agora, mais de 19 milhões de pessoas, o equivalente a 33,1% da população adulta do país, receberam a dose impulsionadora.

jha/nm/bm

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.