17 de May de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Preços da gasolina e do diesel voltam a subir no Equador

Preços da gasolina e do diesel voltam a subir no Equador

Quito, 12 out (Prensa Latina) Novos preços dos combustíveis entram em vigor no Equador a partir de hoje, cujo valor tem aumentado apesar das constantes exigências de revogação do decreto que permite seu aumento mensal.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

A partir das 00h00, hora local, deste dia e até 11 de novembro, as tarifas da gasolina extra e da Ecopaís vão custar 2,50 dólares o galão, 11 centavos a mais do que foi pago até o dia anterior.

Além disso, o diesel aumentou quatro centavos, para 1,69 dólares por galão.

As variações mensais dos preços dos derivados de petróleo são fruto de uma ordem do ex-presidente Lenín Moreno, que em 2020 estabeleceu um sistema de bandas com limite superior e inferior. O aumento constante é motivo de críticas do Executivo de diversos setores da sociedade equatoriana, que exige o congelamento dos preços dos combustíveis.

A reivindicação também é uma constante nas manifestações lideradas por indígenas, trabalhadores e estudantes nos quatro meses e meio de gestão do atual presidente Guillermo Lasso.

Para quem discorda, a medida representa prejuízo aos motoristas e geralmente afeta a economia das famílias com menos recursos, uma vez que o aumento da gasolina e do óleo diesel, por sua vez, acarreta aumento das necessidades básicas.

A reivindicação faz parte das conversas recentemente iniciadas entre representantes do governo nacional e da Confederação das Nacionalidades Indígenas.

npg/scm/cm

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.