6 de December de 2021

NOTICIAS

Moeda do Líbano recuperou seu valor em meio a promessas do governo

Moeda do Líbano recuperou seu valor em meio a promessas do governo

Beirute, 17 set (Prensa Latina) A moeda nacional do Líbano recuperou valor hoje diante das promessas do governo de buscar um pacote de resgate com o Fundo Monetário Internacional (FMI) e implementar reformas estruturais que abrirão o caminho para a ajuda financeira do exterior.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Desde o final de 2019 até hoje, a libra libanesa desvalorizou mais de 100% em relação ao dólar estadunidense, ao qual a economia do país tem estado ligada desde 1997.

Mas, nas últimas horas, a plataforma programática ou declaração de política aprovada pelo gabinete a impulsionou para ganhar 10 pontos percentuais.

Até meados desta semana, o dólar estava sendo negociado a cerca de 16.500 por unidade, enquanto nesta sexta-feira caiu para cerca de 13.500, em média.

O recém-nomeado primeiro-ministro Najib Mikati garantiu que retomará as conversações com o FMI e implementará medidas condicionadas por doadores e investidores estrangeiros para fornecer ajuda de cerca de 11 bilhões de dólares.

Na quinta-feira, o executivo de Mikati anunciou que entre seus objetivos está o de enfrentar a pior crise econômica e financeira da história do país.

O governo ainda exigirá um voto de confiança do parlamento para formalizar seu mandato, em uma sessão agendada para a próxima semana.

Uma fonte anônima citada pelo The Daily Star disse que o texto preliminar inclui medidas para retomar as negociações com o Fundo Monetário Internacional e reformas no setor bancário do Líbano.

Levou menos de uma semana para chegar a um consenso entre os 24 membros do executivo, incluindo questões sensíveis como o caso da ala armada do Hizbullah (Partido de Deus), que tem dois portfólios no futuro gabinete.

Claramente, disse o Ministro da Informação George Kordahi, há um desejo de abordar imediatamente a crise econômica e financeira do país, que fez com que mais da metade dos seis milhões de pessoas do país ficassem abaixo da linha de pobreza de US$ 3,64 por dia.

oda/arc/vmc

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.