25 de January de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

ONGs pedem à Grécia que revogue o decreto anti-imigrante

ONGs pedem à Grécia que revogue o decreto anti-imigrante

Atenas, 14 jun(Prensa Latina) Dezenas de organizações não governamentais (ONGs) pediram hoje ao governo grego que revogasse o decreto que designa a Turquia como país seguro para o retorno de refugiados.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Com base neste argumento, o Estado helénico retira toda a ajuda aos asilados após rejeitar o seu pedido, aqueles que ficam desprotegidos nas ilhas gregas e transforma esses territórios do mar Egeu em locais de confinamento.

A Turquia reconhece a Convenção de Genebra sobre Refugiados apenas para aqueles que vêm da Europa e desde março de 2020 esse país não aceita o retorno de requerentes de asilo da Grécia.

Desta forma, centros de acolhimento como o Moria, na ilha de Lesbos, devastada por um incêndio no ano passado, figuram como um ‘símbolo da vergonha para o continente’, destaca um comunicado assinado por cerca de 40 ONGs, incluindo a secção helénica. Médicos do Mundo e o Conselho Grego para Refugiados.

Pedimos às autoridades nacionais e europeias que respeitem o seu dever de proteger os indocumentados, afirmam os signatários.

As ONGs argumentam que o decreto afeta principalmente crianças e adolescentes desacompanhados porque, de acordo com dados oficiais do Centro Nacional de Solidariedade da Grécia, 68% dos menores registrados na Grécia vêm da Síria, Afeganistão e Paquistão.

O governo helênico planeja retomar o retorno de migrantes à Turquia sob a proteção de um decreto assinado este mês e apoiado pelo artigo 38 da diretiva europeia sobre proteção internacional de 2013.

Esta legislação permite que o serviço de asilo não examine minuciosamente as demandas dos cidadãos dos países mencionados que vêm para a Grécia vindos da nação euro-asiática.

Enquanto refugiados, asilados e migrantes sem documentos sofrem com as más condições dos centros de recepção, agravadas pela incidência de Covid-19.

Esta situação persiste num contexto marcado pela falta de políticas comuns na União Europeia e pela crescente procura de organizações internacionais e de direitos humanos na procura de uma solução para quem reclama melhores condições de vida no chamado velho continente.

mgt / ehl / glmv

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.