2 de July de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Mais de mil indígenas mortos pelo Covid-19 no Brasil

Mais de mil indígenas mortos pelo Covid-19 no Brasil

Brasília 27 Abr (Prensa Latina) Um total de 1048 membros de comunidades indígenas são registrados hoje mortos pelo coronavírus SARS-CoV-2, causador do Covid-19, revelou um último relatório da Articulação dos Povos Indígenas do Brasil ( APIB).
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Em sua atualização, que foi encerrada na terça-feira, a APIB informou ainda que 52.997 indígenas foram confirmados com a doença e 163 indígenas são afetados.

O Amazonas apareceu em março de 2020 como o primeiro estado com contaminação nas aldeias e concentra o maior número de mortes de indígenas.

Em sua página oficial, a reportagem ‘chama a atenção para o fato de a Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai) ser um dos principais vetores de disseminação da doença nas Terras Indígenas, atingindo a região com maior número de isolados do mundo: o Vale do Javari ‘.

Alerta que a falta de transparência nos dados da Sesai impede a identificação de muitas cidades onde ocorre a perda de vidas.

‘Mais uma vez denunciamos a falta de transparência e o racismo institucional da Sesai e exigimos respeito aos nossos direitos’, afirma a coordenadora.

Ele garante que a pandemia expôs a política de ódio, previamente revelada pela organização. ‘A violência política e a perseguição se aceleraram ainda mais’, comenta.

Denuncia que ‘o Governo Federal é o principal agente transmissor do vírus entre os povos indígenas’.

Nesse sentido, menciona que a falta de construção de ações efetivas de combate à pandemia, o descaso na proteção dos trabalhadores do Subsistema de Saúde Indígena e a construção de políticas que favoreçam a invasão de territórios são os principais fatores neste contexto de violações.

Para a APIB, o presidente Jair Bolsonaro ‘promoveu o agravamento da violência contra os povos indígenas durante a pandemia’.

Ele insiste que as violações de direitos, financiadas por grandes corporações globais como BlackRock, Citigroup, JP Morgan Chase, Vanguard, Bank of America e Dimensional Fund Advisors, aumentaram a vulnerabilidade das comunidades nativas durante a calamidade sanitária.

De acordo com o último censo nacional, cerca de 900.000 brasileiros se reconhecem como nativos. No entanto, nas últimas décadas, especialistas afirmam que esse número aumentou. São famílias mestiças expulsas de seus territórios ao longo do tempo e que buscam resgatar sua identidade coletiva.

O Brasil acumula até o momento 391 mil 936 mortes e 14 milhões 369 mil 423 infectados pelo patógeno.

mem/ocs/jcfl

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.