3 de December de 2021

NOTICIAS

Transportadores do Equador farão paralisação com exigências a governo

Transportadores do Equador farão paralisação com exigências a governo

Quito, 19 abr (Prensa Latina) Os transportadores do Equador chamaram hoje uma paralisação de trabalho devido à falta de atenção das autoridades às exigências do sindicato.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

O apelo para o protesto veio da Federação Nacional de Transporte Público Intra e Interprovincial de Passageiros, após uma decisão tomada por sindicatos e cooperativas de motoristas de todo o país.

As razões para a paralisação incluem a rejeição dos motoristas ao aumento do preço dos combustíveis e a falta de recursos para sustentar suas operações, entre outros.

O presidente da Federação, Abel Gomez, disse que a suspensão das atividades durará pelo menos 48 horas inicialmente, mas pode se tornar mais radical se o governo continuar a não responder a seus pedidos.

Da mesma forma, ele informou que os escritórios das cooperativas interprovinciais permanecerão abertos para ajudar os passageiros afetados com o adiamento de suas viagens ou respectivos reembolsos das tarifas pagas pelos bilhetes.

No sábado passado, os diretores da Federação tiveram uma reunião com o Ministro do Governo, Gabriel Martinez, sem chegar a um acordo.

Antes do anúncio da suspensão dos trabalhos, os terminais terrestres de Guayaquil e Pascuales informaram que permanecerão operacionais para que as unidades que não aderirem à greve possam prestar serviços.

jf/scm/vmc

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.