3 de December de 2021

NOTICIAS

34 imigrantes morrem na costa de Djibouti

34 imigrantes morrem na costa de Djibouti

Djibuti 12 Abr (Prensa Latina) Pelo menos 34 pessoas, incluindo crianças, morreram hoje na costa de Djibouti depois que o navio que as transportava, conduzido por traficantes de seres humanos, afundou, informaram organizações humanitárias.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

O diretor regional da Organização Internacional para as Migrações no Leste e no Chifre da África, Mohammed Abdiker, comunicou através das redes sociais que, diante desse fato lamentável, é preciso prender e julgar os traficantes e aqueles que transferem pessoas.

Depois de argumentar que esses elementos exploram as vulnerabilidades dos migrantes, o funcionário disse que muitas vidas já foram perdidas desnecessariamente.

No dia 4 de março, nas águas costeiras deste país do Chifre da África, banhado pelo Mar Vermelho e pelo Golfo de Aden, morreram 20 pessoas, que foram atiradas ao mar de um barco por traficantes, informaram diversas fontes.

Muitos barcos, com migrantes de países da África Oriental, viajam quase que diariamente ao longo da costa do Djibouti com o propósito de chegar ao Iêmen, um país em guerra, e de lá para outros destinos como a Arábia Saudita, em busca de melhores condições de vida.

jcm/obf/jcfl

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.