Principal

Guatemala, 16 Jan (Prensa Latina) Perto de mil hondurenhos encontram-se hoje na Guatemala depois de romper o cerco de 150 polícias na fronteira, em uma tentativa de chegar aos Estados Unidos.


Roma, 16 Jan (Prensa Latina) O presidente da Federação Nacional da Ordem dos Médicos e Estomatólogos do Itália (Fnomceo), Filippo Anelli, abogó hoje por converter em decreto um projeto contra a violência para trabalhadores da saúde.


Quito, 16 Jan (Prensa Latina) Um total de 396 mil e 125 votantes fazem parte hoje do registro de eleitores migrantes do Equador, que estão convocados a sufragar nas eleições seccionais fixadas para o próximo dia 24 de março.


Nairobi, 16 Jan (Prensa Latina) Um total de 14 pessoas morreram no ataque do grupo somalí Ao Shabab ao hotel Dusit D2 na zona da capital de Westlands, nesta capital, confirmou hoje o presidente do Quênia, Uhuru Kenyatta.


La Paz, 16 jan (Prensa Latina) A Assembléia Legislativa Plurinacional da Bolívia continuará hoje analisando o relatório da comissão Mista de Investigação do processo de Privatização e Capitalização das Empresas Públicas, que analisou as gestões governamentais neoliberais de 1985 até 2005.


Santiago do Chile, 15 jan (Prensa Latina) Um total de 62 milhões de latino-americanos viviam em extrema pobreza em 2017, o que representa 10,2 por cento da população, informou hoje a CEPAL ao apresentar nesta capital o Relatório Social da América Latina 2018


Lima, 15 Jan (Prensa Latina) Uma verdade incompleta amarga hoje sobre o presidente peruano, Martín Vizcarra, sobre os negócios de uma empresa familiar com um consórcio construtor que tinha como principal integrante da brasileira Odebrecht.


Tóquio, 15 jan (Prensa Latina) O primeiro ministro do Japão, Shinzo Abe, anunciou hoje que visitará Rússia e Suíça entre os dias 21 e 24 de janeiro.


Brasília, 15 jan (Prensa Latina) O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, assinará hoje um decreto que flexibilizará a posse de armas de fogo, uma de suas principais promessas de campanha.


Addis Abeba, 15 jan (Prensa Latina) Os governos da Etiópia e da África do Sul trabalharão para fortalecer as relações diplomáticas e a cooperação econômica de interesse mútuo, destacam hoje meios de informação.