Nota Informativa

Havana, 30 jul (Prensa Latina) Cuba e França impulsionaram suas relações políticas com a visita realizada no fim de semana à ilha pelo ministro para Europa e Assuntos Exteriores, Jean-Yves le Drian.


México, 30 jul (Prensa Latina) A guerra entre cartéis que disputam o tráfico de drogas e o roubo de combustíveis se intensifica hoje em Guanajuato, entre os estados mais violentos do país.


Ramallah, 30 jul (Prensa Latina) O exército israelense prendeu hoje 20 palestinos, incluindo quatro jornalistas, depois de realizar incursões por toda Cisjordânia ocupada, informou nesta cidade a Sociedade Palestina de Prisioneiros (PPS).


Brasília, 30 jul (Prensa Latina) Brasil inicia hoje uma semana determinante no processo que culminará com as eleições de outubro próximo e em decorrência da qual as principais forças políticas oficializarão os nomes de seus candidatos presidenciais.


Londres, 30 jul (Prensa Latina) 50 por cento dos britânicos respalda a celebração de um novo plebiscito sobre a saída da União Européia (UE), ou Brexit, segundo pesquisa divulgada hoje.


Kiev, 30 jul (Prensa Latina) De janeiro a julho deste ano ao menos 11 mil oficiais e militares por contrato ucranianos pediram seu licenciamiento e saída das Forças Armadas, admitiu hoje o Ministério da Defesa.


Nações Unidas, 30 jul (Prensa Latina) O secretário-geral da ONU, António Guterres, fez hoje um chamado à união para lutar contra o tráfico de pessoas e os traficantes, que se beneficiam da esperança e do desespero de muitos.


Beijing, 30 jul (Prensa Latina) China e América Latina apostam hoje por uma rápida colaboração na construção de infraestruturas como parte do potencial que supõe a iniciativa Faixa e Rota.


Roma, 30 jul (Prensa Latina) O presidente italiano, Sergio Mattarella, expressou hoje que o tráfico de pessoas e as formas velhas e novas de escravatura, constituem uma praga que deve ser erradicada com firmeza.


Hanói, 30 jul (Prensa Latina) Esta capital celebrará de 27 a 31 de outubro seu V Festival de Cinema com a participação de aproximadamente 1.200 mil convidados, a quinta parte deles estrangeiros, confirmou hoje o comitê organizador.


30 de julio de 2018, 11:04Por Benito Joaquín Milanés, enviado especial

Pyongyang, 30 jul (Prensa Latina) O componente militar pactuado no dia 27 de abril na declaração de Panmunjom, assinada pelo presidente da Coreia Democrática, Kim Jong-un, e o governante sul-coreano Moon Jae-in, será analisado amanhã.