Interior Sudamérica

Bogotá, 17 jan (Prensa Latina) Oito mortos e 41 feridos deixa até o momento a explosão de um carro bomba hoje na Escola de Oficiais General Santander desta capital, segundo a prefeitura de Bogotá.


Brasília, 17 jan (Prensa Latina) Polícias civis cumprem hoje 19 ordens de prisão preventiva no estado Rio de Janeiro contra acusados de integrar uma quadrilha especializada no tráfico interestatal de drogas e armas.


Brasília, 17 jan (Prensa Latina) Brasil rompeu o recorde de mortes violentas em 2017, dos Direitos Humanos, divulgado por uma organização não governamental e divulgado hoje pela imprensa.


Brasília, 17 jan (Prensa Latina) A defesa de Luiz Inácio Lula da Silva assegura hoje que o ministro de Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, voltou a mentir sobre o ex-presidente brasileiro em uma entrevista com o canal de notícias GloboNews.


Brasília, 16 jan (Prensa Latina) O Tribunal de Justiça do estado brasileiro de Goiás rechaçou a solicitação de liberdade apresentada pela defesa do famoso curandeiro João de Deus, preso desde dezembro por abusos sexuais, informa hoje a Agência Brasil.


Brasília, 16 jan (Prensa Latina) O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, recebe hoje seu homólogo argentino, Mauricio Macri, nesta capital, onde abordarão assuntos relacionados com o futuro do Mercado Comum do Sul (Mercosul).


Quito, 16 Jan (Prensa Latina) Um total de 396 mil e 125 votantes fazem parte hoje do registro de eleitores migrantes do Equador, que estão convocados a sufragar nas eleições seccionais fixadas para o próximo dia 24 de março.


Assunção, 16 Jan (Prensa Latina) Membros de Polícia Nacional e do Ministério Fiscal puseram ponto final a um grupo criminoso dedicado a sequestros relampagos em Pedro Juan Caballero, capital do estado paraguaio de Amambay, informaram hoje fontes autorizadas.


La Paz, 16 jan (Prensa Latina) A Assembléia Legislativa Plurinacional da Bolívia continuará hoje analisando o relatório da comissão Mista de Investigação do processo de Privatização e Capitalização das Empresas Públicas, que analisou as gestões governamentais neoliberais de 1985 até 2005.


Brasília (Prensa Latina) O presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, apertou o gatilho e respondeu à imagem da campanha na qual com a mão simulava um arma, com dedos indicador e polegar em ristre.