Destacadas

Montevidéu, 23 de setembro (Prensa Latina) O presidente da Frente Ampla do Uruguai, Javier Miranda, pediu ao presidente do país, Luis Lacalle Pou, que cesse seu nome e imagem na campanha eleitoral departamental, quatro dias depois da votação.


Assunção, 23 set (Prensa Latina) Médicos paraguaios expressaram hoje seu temor pela reabertura, na próxima semana, da fronteira com o Brasil, o que poderia gerar um aumento nos casos de Covid-19.


Kinsgton, 23 set (Prensa Latina) A Jamaica prorrogou o atual toque de recolher até 7 de outubro para fazer frente ao elevado crescimento do número de pacientes causado pela pandemia do Covid-19, foi anunciado hoje nesta capital.


Moscou, 23 de setembro (Prensa Latina) Um possível caso de fogo amigo pode ser a causa do recente acidente sofrido por um caça russo SU-30 na província de Tver, informou hoje a televisão da capital.


Berlim, 23 de setembro (Prensa Latina) A Alemanha ultrapassou hoje os 275 mil casos de Covid-19 diagnosticados desde o início da pandemia, após contabilizar 1.769 novas infecções nas últimas 24 horas, segundo balanço oficial.


Paris, 23 setembro (Prensa Latina) O Conselho de Defesa francês para Covid-19 se reunirá hoje no Palácio do Eliseu, pouco antes do Conselho de Ministros, para decidir sobre novas medidas de controle para conter a curva de contágio nesta capital.


Genebra, 23 set (Prensa Latina) A Palestina exigiu hoje no Conselho de Direitos Humanos da ONU o fim dos crimes de Israel nos territórios ocupados e fez um chamado à comunidade internacional a condená-los.


Havana, 23 set (Prensa Latina) O Dia Internacional das Línguas de Sinais, que se comemora hoje, é uma oportunidade para apoiar e proteger a identidade linguística e a diversidade cultural das pessoas surdas e outros usuários da linguagem de sinais.


Nairóbi, 20 de setembro (Prensa Latina) Quênia relatou hoje 152 novos casos de Covid-19, acumulando um total de 36.981 infectados desde a detecção da primeira infecção com a doença em março passado, informou o Ministério da Saúde.


Quito, 20 de setembro (Prensa Latina) Os ex-presidentes de vários países latino-americanos exortaram hoje o governo do Equador a respeitar os princípios e normas nacionais e internacionais que garantem a validade de uma democracia efetiva neste país andino.