África / Medio Oriente

Bagdá, 25 out (Prensa Latina) Após um respiro pela observância religiosa de Arbaeen, Iraque voltará hoje a registrar em massa protestos anti-gubernamentais que a princípios de mês deixaram um saldo de 157 mortos e seis mil feridos.


Damasco, 26 out (Prensa Latina) Unidades do Exército de sírio despregaram-se hoje em novas localidades fronteiriças com Turquia, divulgaram hoje meios locais de Prensa.


24 de octubre de 2019, 23:49Luanda, 24 out (Prensa Latina) A capital de Angola foi palco hoje de uma celebração pelo Dia da Cultura Nacional Cubana, na que convidados de diversos países desfrutaram da música de dança popular dessa terra caribenha.


Sochi, Rússia, 24 out (Prensa Latina) O presidente russo, Vladímir Putin, destacou hoje o compromisso de seu país com a estabilidade e a segurança da África durante a cúpula nesta cidade, onde participam 43 chefes de Estado e Governo desse continente.


Por Armando Reyes Calderín

Beirute, 24 out (Prensa Latina) Os protestos massivos no Líbano, que entraram hoje em seu oitavo dia consecutivo, são os mais estensos e multitudinários na história do país, segundo Lebanon Support, uma organização não governamental.


23 de octubre de 2019, 16:34Luanda, 23 out (Prensa Latina) A linha aérea angolana TAAG anunciou hoje que suspenderá seus voos à cidade do Rio de Janeiro, Brasil, devido a restruturações na rede de rotas da empresa.


Luanda, 21 de outubro (Prensa Latina) O presidente de Angola, João Lourenço, participará da Cúpula Rússia-África, que começará na próxima quarta-feira na cidade russa de Sochi, a fim de expandir a cooperação em vários campos.


Bagdá, 21 de out (Prensa Latina) O chefe do maior grupo parlamentar do Iraque, o clérigo muçulmano xiita Muqtada al-Sadr, pediu a retomada dos protestos populares contra a corrupção, o desemprego e a falta de serviços públicos.


Beirute, 21 out (Prensa Latina) Pelo quinto dia consecutivo, os manifestantes ocuparam hoje a praça central da capital Riad al-Solh para expressar seu repúdio à elite dominante.


Beirute, 20 de outubro (Prensa Latina) Diante do fluxo de críticas, protestos e manifestações, o governo libanês eliminou a incorporação de mais impostos aos cidadãos na rubrica orçamentária de 2020, foi aprendido hoje.