Minuto a minuto

17 de enero de 2019, 09:00México, 17 Jan (Prensa Latina) Os dutos que transportam a maior percentagem de gasolina que se consome no México começaram a reabrir e melhorar substancialmente a distribuição nacional, confirmaram hoje vários governadores estatais.


17 de enero de 2019, 09:00México, 17 Jan (Prensa Latina) Os dutos que transportam a maior percentagem de gasolina que se consome no México começaram a reabrir e melhorar substancialmente a distribuição nacional, confirmaram hoje vários governadores estatais.


17 de enero de 2019, 08:50Nova Delhi, 17 Jan (Prensa Latina) A Índia condenou hoje energicamente o ataque terrorista no complexo de escritórios e hotéis Dusit D2 em Nairobi em 15 de janeiro, que causou perdas de vidas inocentes, e manifestou sua solidariedade com o Quênia.


17 de enero de 2019, 08:42Damasco, 17 Jan (Prensa Latina) O Conselho Militar da cidade de Manbij, no norte da provincia síria de Alepo,desmantelou uma célula terrorista que recebia instruções da Inteligência turca, segundo se divulgou hoje.


17 de enero de 2019, 08:35Accra, 17 Jan (Prensa Latina) O jornalista Ahmed Husein, que era parte de uma equipe de investigação sobre a corrupção no futebol de Gana, foi assassinado quando regressava a sua casa.


17 de enero de 2019, 08:27Kabul, 17 Jan (Prensa Latina) Ao menos 39 membros do movimento talibã faleceram hoje em operações das forças especiais afegãs na província de Badghis, no noroeste do Afeganistão, disseram fontes militares.


17 de enero de 2019, 08:16Montevideo, 17 Jan (Prensa Latina) A indústria turística do Uruguai alenta hoje ante a baixa da tradicional chegada turistas argentinos, uma ainda insuficiente compensação a costa de visitantes de outras procedências.


17 de enero de 2019, 08:16Montevideo, 17 Jan (Prensa Latina) A indústria turística do Uruguai alenta hoje ante a baixa da tradicional chegada turistas argentinos, uma ainda insuficiente compensação a costa de visitantes de outras procedências.


17 de enero de 2019, 08:05Caracas, 17 Jan (Prensa Latina) A rede de saúde pública da Venezuela conta hoje com 26 mil e 545 centros de atenção médica em todo o território nacional, apesar das sanções econômicas impostas pelo governo dos Estados Unidos e seus aliados.


17 de enero de 2019, 08:05Caracas, 17 Jan (Prensa Latina) A rede de saúde pública da Venezuela conta hoje com 26 mil e 545 centros de atenção médica em todo o território nacional, apesar das sanções econômicas impostas pelo governo dos Estados Unidos e seus aliados.