19 de July de 2024
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Situação sanitária preocupa cidade da RDC devido ao défice hídrico

Situação sanitária preocupa cidade da RDC devido ao défice hídrico

Kinshasa, 10 de jul (Prensa Latina) A escassez de água em boa parte da cidade de Goma, província de Kivu do Norte, na República Democrática do Congo (RDC), preocupa hoje os moradores, que temem a propagação de doenças.

Uma greve iniciada no sábado por cerca de 140 transportadores afeta a distribuição de diversas zonas da cidade, sem que se saiba o fim desta situação, uma vez que a greve foi anunciada por tempo indeterminado.

Trata-se de um protesto contra a perseguição policial desencadeada após a entrada em vigor, no dia 25 de junho, de uma limitação à circulação de veículos pesados na cidade de Goma, promovida pelo governo provincial.

A isto somam-se os pedidos de subornos por parte dos agentes da lei, que exigem que os motoristas entreguem quantias de dinheiro em troca de poderem viajar, disse o presidente da empresa de transportes aquaviários, Ramazani Kagabo.

Na véspera, a coordenação da sociedade civil da comuna de Karisimbi alertou para o risco de propagação de doenças, dada a escassez de líquidos em grande parte da cidade durante alguns dias.

A cólera e a varíola dos macacos são algumas das doenças que persistem hoje na RDC e contra as quais as medidas de saúde são essenciais.

São os transportadores que distribuem água em alguns municípios de Goma, em particular Karisimbi, onde o abastecimento não é recebido da Autoridade de Distribuição de Água (Regideso).

Diante desta situação, a sociedade civil solicitou a intervenção da prefeitura.

Anteriormente, o presidente da empresa de transportes aquaviários sublinhou que são eles que movimentam o líquido da zona sul da cidade para o levar de volta à zona norte e às zonas periféricas, incluindo os campos de deslocados, mas tem de tornar-se quase impossível circular.

“A polícia está por toda parte e exige de nós um resgate. Os motoristas decidiram suspender as atividades até que uma solução fosse encontrada”, observou.

A greve ocorre em um momento complexo, em meio ao aumento do número de refugiados e das necessidades de serviços nessas localidades.

Além disso, a cidade de Goma já enfrentava graves dificuldades no abastecimento de água, devido a problemas de infraestruturas, algo que o Regideso indicou em maio que não estava em condições de resolver.

A empresa declarou que necessita de 3,6 milhões de dólares para encontrar uma solução duradoura para a situação da água potável, tanto para a população de Goma como para as zonas vizinhas.

oda/kmg / fav

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.

EDICIONES