19 de July de 2024
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Irã declara cinco dias de luto nacional

Irã declara cinco dias de luto nacional

Teerã, 20 mai (Prensa Latina) O líder supremo da República Islâmica do Irã, Sayyed Ali Khamenei, declarou hoje cinco dias de luto nacional após lamentar a morte do presidente Ebrahim Raisi e seus companheiros em um acidente aéreo.

A referência religiosa e política da Revolução Iraniana ratificou o vice-presidente Mohammad Mokhber como presidente interino, de acordo com o artigo 131 da Constituição. Khamenei pediu a Mokhber, juntamente com os chefes do judiciário e do legislativo, que se preparasse para as eleições presidenciais dentro de 50 dias.

Nesse contexto, o porta-voz do governo iraniano informou a nomeação do vice-ministro das Relações Exteriores, Ali Baqeri Kani, como ministro interino das Relações Exteriores do país.

Anteriormente, o presidente interino Mohammad Mokhber destacou a continuidade do caminho do presidente Raisi sem interrupções durante uma sessão extraordinária com os presidentes do judiciário e do legislativo.

Na segunda-feira, a televisão iraniana confirmou a morte do presidente Ebrahim Raisi, do ministro das Relações Exteriores Hossein Amir Abdollahian e de seus acompanhantes em um acidente de helicóptero no Azerbaijão Oriental.

Nascido em 14 de dezembro de 1960 no distrito de Noghan, em Mashhad, Ebrahim Raisi tem defendido a paz e a estabilidade regionais desde que se tornou presidente da República Islâmica do Irã.

O presidente morreu no domingo, 19 de maio, em um acidente de avião após uma viagem de trabalho pela província do Azerbaijão Oriental, no noroeste do país.

Raisi foi empossado como o oitavo presidente da República Islâmica em 3 de agosto de 2021, após obter 61,95% dos votos.

Aos 15 anos de idade, entrou no seminário em Qom e continuou seus estudos na Escola Teológica Ayatollah Mousavinejad. Em seguida, obteve um doutorado em jurisprudência e direito privado pela Universidade Shahid Motahari.

Sua carreira no judiciário começou em 1980, quando ele tinha apenas 20 anos de idade e, em 1985, foi transferido para Teerã e nomeado promotor adjunto.

Raisi atuou como promotor público da capital de 1989 a 1994, quando foi nomeado chefe da Agência Nacional de Inspeção.

Em 2004, foi nomeado vice-presidente do Judiciário, cargo que ocupou até 2012, quando o Grande Líder Khamenei o nomeou Procurador Geral Especial do Clero.

Dois anos depois, ele foi nomeado Procurador Geral do Irã e ocupou esse cargo até 2016, antes de se tornar Custódio do Santuário Astan Quds Razavi.

Em 7 de março de 2019, o Grande Líder Khamenei o nomeou Presidente do Judiciário do Irã.

Sob seu governo, o Irã desenvolveu uma forte política externa com o objetivo de recuperar seu papel de ator central na região, comprometido com a boa vizinhança e o apoio à causa palestina.

No ano passado, a turnê do presidente Raisi pela Venezuela, Nicarágua e Cuba enviou uma mensagem simbólica de unidade diante de um inimigo comum: os Estados Unidos.

À luz do genocídio israelense contra o povo de Gaza, ele enfatizou que a luta palestina se tornou a causa do mundo inteiro.

mem/yma/bm

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.

EDICIONES