18 de April de 2024
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Coligação nos EUA apela ao fim do bloqueio a Cuba

Coligação nos EUA apela ao fim do bloqueio a Cuba

Washington, 2 abr (Prensa Latina) Líderes políticos, religiosos e de direitos civis de Maryland pediram hoje a Ben Cardin que use sua influência como presidente da Comissão de Relações Exteriores do Senado dos Estados Unidos para levantar o bloqueio a Cuba.

Numa carta enviada ao senador cessante na terça-feira, a coligação de mais de uma centena de grupos e indivíduos argumentou que as sanções norte-americanas a Cuba são a causa raiz das terríveis condições humanitárias e económicas na ilha.

O embargo (bloqueio) económico, comercial e financeiro dos EUA a Cuba está em vigor há mais de 60 anos. Durante esse tempo, o seu principal efeito tem sido o sofrimento maciço do povo cubano”, escreveram.

O pedido dos grupos surge no momento em que Cuba enfrenta a sua mais grave crise económica desde o fim da Guerra Fria, no meio de uma série de sanções dos EUA, incluindo a sua inclusão na lista de Estados Patrocinadores do Terrorismo, refere um artigo do jornal The Hill.

Esta designação tem sido particularmente controversa, uma vez que exclui Cuba de uma grande parte do sistema financeiro internacional e dificulta o comércio entre países terceiros e a ilha.

Cardin foi considerado um ator-chave na estratégia de aproximação a Cuba da administração Obama (2009-2017).

A coligação de Maryland por detrás da carta argumentou que, embora a política dos EUA em relação a Cuba não esteja apenas nas suas mãos, não há dúvida de que o presidente da comissão tem “uma influência única, tanto para aprovar legislação como para influenciar a ação executiva”.

Tal como outros grupos pró-aproximação, também vêem uma janela de oportunidade, uma vez que Cardin assumiu o cargo depois de o Senador Bob Menendez (D-New Jersey), cuja posição anti-cubana no Congresso é proeminente, ter sido forçado a demitir-se no meio de um escândalo de corrupção e acusações federais relacionadas.

Recordam que, durante muitos anos, o Senador Menéndez exerceu o seu poder para obstruir qualquer medida de alívio para o povo cubano.

É provável que a janela de oportunidade se feche no final deste

Congresso, uma vez que os Democratas enfrentam uma batalha difícil para manter o controlo do Senado e os Republicanos estão, em geral, mais alinhados com uma política de pressão máxima sobre Cuba, alertaram.

Os líderes dos direitos civis de Maryland concordaram que têm uma diversidade de pontos de vista, mas numa coisa estão unidos: “a nossa oposição a medidas que, durante mais de meio século, só resultaram em sofrimento generalizado”.

Concluíram que “como comunidades religiosas que se opõem moralmente ao uso da guerra económica contra os nossos irmãos e irmãs cubanos; como grupos da diáspora preocupados com a deslocação de pessoas das suas casas; como humanitários, académicos, activistas e defensores dos direitos humanos; dizemos inequivocamente que é tempo de acabar com o embargo a Cuba”.

ro/dfm/glmv

ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.

EDICIONES