18 de April de 2024
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Nikki Haley quase sozinha e difícil contra Trump

Nikki-Haley-768x512-1

Nikki Haley quase sozinha e difícil contra Trump

Washington, 26 fev (Prensa Latina) Nikki Haley mantém hoje a sua decisão de permanecer na corrida à Presidência dos Estados Unidos, apesar do resultado decepcionante na sua terra natal, a Carolina do Sul, e do abandono de um importante grupo de doadores.

A Americans for Prosperity Action (AFP Action), o braço político da rede conservadora liderada pelo bilionário Charles Koch, anunciou que interromperá os gastos com a campanha de Haley após a vitória do ex-presidente Donald Trump no último dia 24 de fevereiro.

Num memorando datado de ontem para a equipe da AFP Action, a conselheira sênior Emily Seidel escreveu: “Com as primárias presidenciais da Carolina do Sul neste fim de semana e a disputa pelo Senado realmente esquentando, é hora de fazer um balanço de onde estamos”.

Como sempre fazemos, enfatizou Seidel, eles devem garantir que estão otimizando os recursos “para alcançar o máximo impacto em direção aos nossos objetivos”.

O grupo disse que concentrará seus recursos nas eleições para o Senado e a Câmara dos Representantes dos EUA, embora tenha deixado claro que o apoio a Haley se mantém.

“Niki Haley tem estado disposta a assumir esse desafio e oferecer aos Estados Unidos uma visão para o futuro e soluções para os problemas mais difíceis que o nosso país enfrenta”, afirmou um comunicado. De acordo com a AFP Action, eles apoiam incondicionalmente o esforço de Haley em continuar lutando pela indicação.

Mas “dados os desafios que se avizinham nos estados primários, não acreditamos que qualquer grupo externo possa fazer uma diferença material no alargamento do seu caminho para a vitória”.

O memorando surge poucos meses depois de a AFP Action ter anunciado o seu apoio à candidatura de Haley, marcando a primeira vez que apoiou um candidato republicano nas primárias presidenciais.

Naquele momento, ele observou que o atual ocupante do Salão Oval, Joe Biden, e seu antecessor, Donald Trump, “só irão perpetuar ainda mais a espiral descendente na política do país”.

Pouco depois de sua derrota na Carolina do Sul, Haley avisou: “Não vou desistir desta luta quando a maioria dos estadunidenses desaprova tanto Donald Trump como Joe Biden.”

No entanto, a corrida presidencial de 2024 parece cada vez mais uma revanche entre Trump e Biden.

“Estaremos aqui no dia 5 de novembro e olharemos para Joe Biden e olhá-lo-emos bem nos olhos”, enfatizou Trump aos seus seguidores na Carolina do Sul, avisando que o atual governante o derrotará e que ele poderá dizer “Joe, você está demitido”.

Um novo confronto com os contendores está marcado para amanhã. Tanto os democratas quanto os republicanos terão primárias em Michigan.

jf/dfm/ls

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.

EDICIONES