1 de March de 2024
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Biden, relatório com golpe baixo

Biden-politica-contra-Rusia

Biden, relatório com golpe baixo

Washington, 10 fev (Prensa Latina) Um relatório conclusivo que exonera o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, da culpa pelo tratamento de documentos confidenciais, mas que o pinta como esquecido, é hoje a causa de uma tempestade política em Washington.

As reações foram rápidas. O próprio Biden convocou ontem uma conferência de imprensa no horário nobre, onde defendeu a sua imagem como comandante-em-chefe.

Ele disse que tem boa memória, embora um deslize no final do encontro com os jornalistas, ao confundir os presidentes do Egito e do México ao falar sobre Gaza, tenha colocado lenha na fogueira.

A vice-presidente Kamala Harris saiu esta sexta-feira em defesa de Biden durante um evento para prevenir a violência armada em Washington, onde disse que o relatório era “impreciso e inapropriado”.

“A forma como o comportamento do presidente foi caracterizada naquele relatório não poderia ser mais factualmente erróneo”, sublinhou o segundo em comando na mansão executiva, insistindo que se tratava de uma avaliação “politicamente motivada”.

“São 350 páginas para simplesmente dizer que Joe Biden não vai ser acusado aqui também. Foi uma difamação e um golpe baixo, tirar as coisas do contexto ou mesmo inventá-las”, comentou o senador John Fetterman, democrata da Pensilvânia. no mesmo comício de Harris. O texto deu combustível aos adversários do democrata. A congressista republicana Claudia Tenney apelou ao procurador-geral dos EUA, Merrick Garland, para invocar a 25ª Emenda da Constituição para destituir Biden do cargo.

Tenney fez o pedido após a divulgação, no dia anterior, do relatório do promotor especial Robert Hur, que concluiu que, embora o presidente não deva ser processado por manuseio indevido de documentos confidenciais, ele sofre de má memória.

Numa carta a Garland na quinta-feira, o legislador expressou preocupações preocupantes sobre as descobertas de Hur.

O especialista disse que as práticas do presidente apresentavam “sérios riscos à segurança nacional”, mas não considerou nenhuma medida por apresentar sinais de má memória.

Tenney criticou esse raciocínio em sua carta a Garland, na qual disse que “não recusamos e não nos recusamos a processar pessoas com base em suas personalidades ou na percepção antecipada que o público tem delas”.

“Se o procurador especial acredita que as provas constituem uma base razoável para apresentar acusações, deve fazê-lo”, sublinhou.

Sem surpresa, ele comparou este caso à apresentação de acusações pelo procurador especial Jack Smith contra o ex-presidente Donald Trump pelo uso indevido de documentos confidenciais.

Trump reteve e recusou-se a entregar ficheiros secretos quando deixou a Casa Branca em janeiro de 2021 e um ano depois, numa busca à sua mansão em Mar-a-Lago, Florida, agentes do FBI conseguiram recuperar os documentos.

O Departamento de Justiça “não pode apresentar acusações eticamente” contra Trump “porque ele tem acuidade mental e uma personalidade forte”, ao mesmo tempo que se recusa a apresentá-las contra Biden devido ao seu “declínio cognitivo”, argumentou Tenney.

Trump está aguardando um julgamento federal sobre a questão dos documentos sensíveis e vários crimes graves estão associados ao caso.

“O presidente Biden deve sofrer impeachment ou deve ser destituído. Não há meio-termo”, escreveu o representante de Nova York e instou Garland a iniciar o processo para destituir o presidente democrata, invocando a 25ª Emenda.

Tal emenda, ratificada após o assassinato do presidente John F. Kennedy, estabelece o procedimento para substituição do presidente em caso de morte, destituição, renúncia ou incapacidade.

Uma de suas seções fornece ao vice-presidente e à maioria do Gabinete “ou a qualquer outro órgão que o Congresso possa estabelecer por lei” um mecanismo para a transferência de poder do presidente.

Aparentemente este filme, em plena campanha eleitoral, está apenas começando. Por enquanto, ganhou as manchetes esta semana.

ode/dfm/ml

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.

EDICIONES