18 de April de 2024
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Tradição Sona registada como Património Imaterial da Humanidade

Tradição Sona registada como Património Imaterial da Humanidade

Kasane, Botwuana, 5 Dez (Prensa Latina) Os desenhos geométricos de Angola na areia, conhecidos como tradição Sona, foram hoje inscritos na Lista do Património Cultural Imaterial da Humanidade, a primeira contribuição desta nação africana para essa designação da UNESCO.

A notícia foi anunciada durante o primeiro dia útil da 18.ª reunião do Comité Intergovernamental da UNESCO para a Salvaguarda do Património Cultural Imaterial, e destaca que é o segundo ligado à matemática, já que o único até então correspondia à China.

Pertencente à cultura Cokwe e aos povos Luchazi e Ngangela, estabelecidos no leste do país e nas zonas vizinhas da Zâmbia e da República Democrática do Congo, Sona é considerada uma forma de comunicação para aceder à sabedoria ancestral da tradição Cokwe.

“Inclui aspectos filosóficos, artísticos, educativos e recreativos”, explicou à Prensa Latina a diretora do Instituto Nacional do Patrimônio Cultural, Cecília Gourgel.

Acrescentou que o seu excepcional valor universal se deve ao facto de serem desenhos que demonstram o conhecimento das práticas matemáticas e a experiência vivida por estes povos, que garantem a identidade e a coesão social das comunidades.

Segundo o Jornal de Angola, no processo de candidatura apresentado pelo Ministério da Cultura, Turismo e Ambiente de Angola, foi destacada a sua presença em trabalhos decorativos, nomeadamente em diversas peças de arte e artesanato.

Ressaltaram ainda que servem de memória na contação de histórias e são uma tradição transmitida às crianças, que aprendem a contar histórias e a desenhar Sona como parte de seu ritual de iniciação, após receberem ensinamentos de mestres ilustradores a quem chamam de akwa kuta sona.

As sona são geralmente gráficos que podem ser desenhados sem levantar o dedo ou passar duas vezes na mesma linha, detalha o processo de candidatura angolana.

Gourgel disse à Prensa Latina que o inventário da Sona foi elaborado em colaboração com a Universidade de Lueji A’Nkonde e uma vez concluído foi declarado Património Cultural Imaterial da Nação Angolana pelo Decreto Executivo 99/21.

No encontro em Kasane, Angola está representada pela Secretária de Estado da Cultura, Maria da Piedade de Jesus; A própria Gourgel e o investigador Jorge Dias Veloso, da Universidade Lueji A’Nkonde, instituição académica responsável pelos trabalhos de resgate do Sona.

Até esta Terça-feira, a nação africana só tinha um sítio reconhecido como património mundial: M’banza Congo, na província do Zaire, que pertence à categoria de Património Cultural Material da Humanidade.

ro/kmg/glmv

ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.

EDICIONES