19 de July de 2024
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Mais de 140 palestinos mortos por forças israelenses em 2023

Mais de 140 palestinos mortos por forças israelenses em 2023

Mais de 140 palestinos mortos por forças israelenses em 2023

Ramallah, 20 Mai (Prensa Latina) O Escritório das Nações Unidas para a Coordenação de Assuntos Humanitários (OCHA) confirmou hoje 141 palestinos mortos nas mãos das forças israelenses em Gaza e na Cisjordânia em 2023

Um total de 33 mortes, incluindo seis crianças e quatro mulheres, resultaram da agressão israelense contra a Faixa de Gaza na semana passada; enquanto isso, 108 mortes foram registradas na Cisjordânia e Jerusalém Oriental.

O relatório quinzenal da Proteção de Civis cobrindo as duas primeiras semanas deste mês indicou que, como resultado dos bombardeios e ataques de ocupação no enclave costeiro, 190 palestinos ficaram feridos, incluindo 64 crianças e 38 mulheres.

Até o momento, as autoridades israelenses mantêm os corpos de pelo menos 133 palestinos mortos em prisões, alguns datados de 2016, segundo uma organização de direitos humanos.

Devido a operações de segurança e ataques de oficiais uniformizados nos campos de Nablus e Jenin, 236 palestinos ficaram feridos e mais de 50 estudantes receberam tratamento médico após inalar gás lacrimogêneo disparado pelos militares sionistas.

Em 15 de maio, 688 palestinos, incluindo cerca de 72 crianças, foram feridos pelas forças israelenses na Cisjordânia; dos quais 54 foram baleados com munição real.

Nesse contexto, os colonos feriram cinco palestinos, danificaram propriedades em outros 28 casos e destruíram mais de 870 árvores na referida cidade ocupada.

Segundo o OCHA, além de causar mortes, a entidade ocupante demoliu, confiscou ou obrigou pessoas a destruir 42 estruturas em Jerusalém Oriental e na Área C da Cisjordânia, incluindo 17 casas.

O regime de Tel Aviv deslocou 50 palestinos, incluindo 23 crianças, e afetou o sustento de mais de 600 residentes.

A entidade das Nações Unidas sublinhou que as demolições punitivas do regime israelita constituem uma forma de punição coletiva e, como tal, são ilegais ao abrigo do direito internacional. ro/yma/ans

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.

EDICIONES