8 de August de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

O projeto para fechar a prisão ilegal dos EUA em Guantánano

Cuba-EEUU-base-de-Guantánamo

O projeto para fechar a prisão ilegal dos EUA em Guantánano

Washington, 5 de julho (Prensa Latina) Democratas no Congresso dos Estados Unidos tentam retomar o projeto de fechar a prisão da base naval localizada em território ilegalmente ocupado em Guantánamo, Cuba, promessa não cumprida por outras administrações, informou hoje a imprensa.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Vários parlamentares do partido identificado com a cor azul vêm promovendo há um mês um conjunto de iniciativas para aumentar os recursos destinados à defesa e neste contexto pedem para analisar os altos custos para a manutenção do centro de detenção como motivo, dinheiro que vem do bolso dos contribuintes.

As propostas poderão ser votadas nas próximas semanas na Câmara dos Deputados, onde passaria sem retrocessos devido à maioria democrata, embora no Senado o panorama seja diferente, devido ao controle dos republicanos, jornal The Hill relatado.

“Tenho certeza de que isso não acontecerá”, disse o chefe do Comitê de Serviços Armados do Senado, James Inhofe (republicano de Oklahoma), que disse que o centro de detenção é “uma instituição absolutamente vital” para os Estados Unidos.

Por sua parte, o presidente desse Comitê, Jack Reed (democrata de Rhode Island), disse que há “muitas razões” para que a instalação seja fechada, mas a questão tem sido “controversa”.

A conta de financiamento da defesa vale US$ 761 bilhões e proíbe que os fundos sejam usados ​​para esse local de confinamento após 30 de setembro de 2023.

As críticas a essa prisão não param devido aos escândalos sobre tortura e violações dos direitos humanos dos detentos, aos quais se somam as denúncias das autoridades cubanas sobre a ilegalidade em que se baseia a ocupação daquele território pelos Estados Unidos . .

O presidente de Cuba, Miguel Díaz-Canel, descreveu em sua conta no Twitter como escandalosos os abusos ocorridos na prisão localizada no território “ocupado ilegalmente na Baía de Guantánamo” e que está em funcionamento há 20 anos.

A “base naval dos Estados Unidos em Guantánamo abriga uma história de 20 anos de ignomínia”, destacou o chanceler cubano, Bruno Rodríguez, na própria rede social.

No centro, até 780 pessoas foram confinadas arbitrariamente sem julgamento ou devido processo legal, incluindo menores, muitos deles submetidos a tortura ou atos degradantes que violavam os direitos humanos, segundo as denúncias.

mem/dfm/ajs/glmv

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.