8 de August de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Maioria na França quer constitucionalizar o direito ao aborto

Francia-derecho-al-aborto

Maioria na França quer constitucionalizar o direito ao aborto

Paris, 5 jul (Prensa Latina) 81% dos franceses e a maioria dos deputados da Assembleia Nacional querem que o direito ao aborto seja incluído na Constituição, segundo um estudo publicado hoje pela Fundação Jean-Jaures.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

“Há um consenso massivo em todos os estratos da população, incluindo os mais conservadores”, disse um dos responsáveis pela amostra, François Kraus, que considerou que “há uma lacuna cultural entre a sociedade francesa e a estadunidense sobre esta questão, e discursos pró-vida não fazem diferença na França”, disse ele.

Após a recente decisão da Suprema Corte dos Estados Unidos de encerrar a garantia que permitia o direito ao aborto por 50 anos, o governo francês expressou seu desejo de consagrar esse direito na constituição francesa.

Na Assembleia Nacional, tanto os deputados governistas quanto a coalizão de esquerda, principal grupo de oposição, concordam com um projeto de lei que inclui no texto constitucional a blindagem do direito ao aborto.

Entre os cidadãos, 91% dos eleitores de Yannick Jadot (ambientalista), 87% do presidente Emmanuel Macron e 85% de Jean-Luc Mélenchon (esquerda), são a favor da inclusão desse direito na Carta Magna.

A mesma ideia também é a maioria mesmo nas fileiras da direita e da extrema direita, com 80% dos que votam em Marine Le Pen (extrema direita), 77% em Valérie Pécresse (conservadora) e 59% do ultranacionalista Eric Zemmour.

A explicação, segundo Kraus, é que “o eleitorado de Marine Le Pen é jovem e completamente livre de religião. Certamente é um eleitorado focado em questões de identidade e segurança, mas não conservador no sentido anglo-saxão”, observou.

Apesar da contundência dos dados, o estudo constatou que os franceses não temem um cenário como o que ocorreu nos EUA, apenas um em cada três entrevistados considerou possível que o direito ao aborto seja questionado em um futuro próximo.

mem/acm/hb

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.