11 de August de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Serafín Sánchez, famoso patriota de Cuba

Cuba-Serafín-Sánchez

Serafín Sánchez, famoso patriota de Cuba

Sancti Spíritus, Cuba, 2 jul (Prensa Latina) Num dia como hoje, há 176 anos, nasceu nesta cidade. Considerado o mais ilustre dos Sancti Spiritus, Serafín Gualberto viu a luz em 2 de julho de 1846 no seio de uma família rica composta por José Joaquín Sánchez e Isabel María de Valdivia, que teve uma grande descendência, da qual sobreviveriam 10 filhos. Com apenas 22 anos, em 6 de fevereiro de 1869, pegou em armas na fazenda Los Hondones, liderando 45 homens armados com espingardas, para lutar pela liberdade de Cuba.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Durante seu exílio em Santo Domingo, onde permaneceu por mais de 11 anos, enfrentou respeitosa e afetuosamente as censuras de seu pai por negligenciar as responsabilidades econômicas relacionadas ao patrimônio familiar. Mereceu a amizade do Herói Nacional José Martí (1853-1895), com quem trocou uma abundante correspondência, segundo os estudiosos, só superada pela do Apóstolo e seu grande amigo mexicano Manuel Mercado.

Também soube conquistar a confiança e o afeto do Generalíssimo Máximo Gómez e sobre sua pessoa, coragem, dignidade e incansável trabalho patriótico, Martí teve comoventes palavras de elogio.

Ele retribuiu essa estreita amizade e depois de anos de exílio visitou Dos Ríos, o lugar onde José Martí caiu em combate, um momento de recolhimento que ele descreveu assim: “….”

Serafín foi descrito como um jovem bonito, alto, generoso, amigável e gentil com pessoas de qualquer condição social, que desfrutava dos agradáveis momentos de uma vida no campo na fazenda de sua família.

Mais tarde trabalhou como agrimensor, professor, jornalista, escritor e poeta, chegou a ser trabalhador do tabaco para ganhar a vida enquanto emigrava.

Ele conheceu um amor indestrutível desde que se casou na Igreja de La Caridad, em Sancti Spíritus, com sua prima Josefa María Pina, conhecida como Pepa, em 26 de junho de 1879, cuja união sacrificial -dedicada à independência de Cuba- carecia de filhos

Sustentou mais de 120 combates durante os quase 12 anos em que permaneceu nos campos de batalha em busca da tão esperada liberdade para seu país.

Depois das cinco horas da tarde de 18 de novembro de 1896, montado em seu cavalo, um projétil inimigo tirou a vida do paladino de Sancti Spiritus, mas antes de morrer no Paso de las Damas ele teve a força de exclamar: “Eles me mataram, não é nada! Continue a marcha! Naquele dia fatídico Máximo Gómez, chefe do Exército de Libertação de Cuba na última guerra pela independência da Espanha (1895-1898), disse que “Se a fé no triunfo da Revolução pudesse morrer com um homem, ele teria morrido com o major-general Serafín Sánchez Valdivia”.

Hoje, o museu da Casa Natal Mayor General Serafín Sánchez Valdivia guarda peças valiosas, enquanto um grupo de esculturas na Plaza de la Revolución que leva seu nome o perpetua como professor, junto com o escravo liberto Quirino Amézaga.

mem/mpg/ans

 

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.