13 de August de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Ciência e mulher em Cuba andam de mãos dadas

maria-guadalupe-premio-unesco

Ciência e mulher em Cuba andam de mãos dadas

Paris, 24 jun (Prensa Latina) Em Cuba, 53% dos trabalhadores da ciência são mulheres, assim como metade daqueles dedicados à pesquisa, um cenário que contrasta com o escasso empoderamento feminino global neste setor.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

A pesquisadora María Guadalupe Guzmán dá um rosto universal a essas mulheres, mães e pessoas simples que diariamente desafiam as adversidades em toda a ilha para enfrentar vírus, bactérias e outros microorganismos perigosos.

Ontem à noite nesta capital, Guzmán recebeu, junto com outras cientistas, o Prêmio Internacional L’Oréal-Unesco “Mulheres e Ciência”, prêmio que em sua 24ª edição reconheceu guerreiras de várias regiões do planeta, onde armadas com pipetas e placas de petri combatem inimigos tão invisíveis quanto letais.

Mas ela não quer a glória, nem quer assumir que o seu nome está em todo o lado, prefere pensar no plural, nos seus compatriotas da trincheira que defende à humanidade, posta a prova muito recentemente pelo coronavírus SARS-CoV- 2 e seu Covid-19. “É uma tremenda honra, mas acima de tudo é um reconhecimento de todas as mulheres cubanas dedicadas à ciência, eu vejo assim”, disse à Prensa Latina a diretora do Centro de Pesquisas do Instituto Pedro Kouri de Medicina Tropical, antes da cerimônia na sede da UNESCO.

A Fundação L’Oréal e a entidade multilateral entregaram o prêmio concedido pelo júri a Guzmán por seu trabalho pioneiro sobre dengue e uma vida dedicada à pesquisa para prevenir e salvar vidas humanas a partir das biociências.

Apenas cinco mulheres recebem este reconhecimento a cada ano, que foi concedido a uma mulher caribenha pela primeira vez.

Em seu discurso à noite, a diretora-geral da UNESCO, Audrey Azoulay, lamentou que as mulheres representem apenas um em cada três pesquisadores em todo o mundo e exigiu o compromisso de quebrar estereótipos.

A cientista cubana respirou calmamente, ela sabia que essa não é sua realidade, mas ainda dói.

Por isso, quando teve que dizer algumas palavras sobre o prêmio, a Doutora em Ciências optou por uma mensagem de esperança.

As mulheres têm um dever para com o mundo e têm o potencial de ir até onde quiserem, enfatizou.

rgh/wmr/hb

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.