7 de July de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Lula chama corrupção na educação no Brasil de vergonha nacional

Brasil-Lula-corrupción

Lula chama corrupção na educação no Brasil de vergonha nacional

Brasília, 23 Jun(Prensa Latina) O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva classificou hoje como uma vergonha nacional as alegações de negociações corruptas com pastores do Ministério da Educação do Brasil que levaram à prisão do ex-ministro Milton Ribeiro.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

“Aquela reunião dele (Ribeiro) distribuindo dinheiro para um pastor é uma vergonha nacional”, disse Lula em entrevista à Rádio Difusora, de Manaus (AM).

A Polícia Federal prendeu ontem o ex-ministro, investigado por corrupção passiva, prevaricação, advocacia administrativa e tráfico de influência em um esquema para liberar recursos da pasta.

Os pastores Gilmar Santos e Arilton Moura também foram alvos da operação policial e estão presos, por atuarem junto a prefeitos para obter recursos do ministério.

Uma reportagem do jornal Folha de São Paulo divulgou um áudio no dia 21 de março no qual Ribeiro disse ser a favor de um pedido do presidente de extrema direita Jair Bolsonaro e de conselhos municipais ligados a dois clérigos amigos do governo.

Diante do fato, Lula defendeu o “direito à defesa de todos”, mas criticou a gestão de Ribeiro como ministro.

O direito à defesa é um valor monumental da democracia neste país, e por isso não sei se foi investigado, se o juiz tem autorização para prender, mas que ele foi um mau Ministro da Educação, ele foi, ele reiterado.

“Eu acho que a prisão depende da investigação, depende das provas. Não pode ser detido porque vai ser preso. Não. Você tem provas contra o cidadão? Está comprovado que ele roubou? Você faz um processo e a partir daí a Justiça decide se vai prender ou não”, esclareceu o ex-líder operário.

Segundo relato do prefeito Gilberto Braga, do município de Luís Domingues, no estado do Maranhão (nordeste), ele era procurado em abril do ano passado, quando esteve em Brasília para participar de um evento no ministério com a presença de Ribeiro e vários corregedores.

Um grupo de 20 a 30 pessoas foi comer a um restaurante e lá Braga disse que foi questionado por Moura sobre as exigências da autarquia.

O pastor pediu o pagamento de 15 mil reais (cerca de três mil dólares) “para apresentar o pedido” na Educação. Após a liberação dos recursos, o religioso teria dito que a autoridade deveria lhe dar também “um quilo de ouro”.

Outro prefeito, Kelton Pinheiro, do município de Bonfinópolis, em Minas Gerais (sudeste), também confirmou detalhes de situação semelhante.

Embora em carta tente se distanciar do caso, em conversa gravada, Ribeiro concordou que recebeu uma comissão de Bolsonaro para liberar recursos e encaminhá-los para municípios ligados a dois religiosos.

Na gravação, ele observa que se trata de “um pedido especial do Presidente da República”.

mv/ocs/jcfl

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.