7 de July de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Fórum internacional sobre os desafios da África termina no Egito

Egipto, foro, Aswan, cierre

Fórum internacional sobre os desafios da África termina no Egito

Cairo, 22 de jun (Prensa Latina) O Fórum de Asuán sobre Paz e Desenvolvimento Sustentável termina hoje nesta capital após dois dias de debates sobre os desafios que a África enfrenta, como a crise climática, os conflitos e a segurança alimentar.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Chefes de Estado ou de Governo, representantes de organizações internacionais e regionais, empresários e membros da sociedade civil de dezenas de países reuniram-se no Egito para enfrentar os desafios continentais.

Reúne-se sob o tema “África numa Era de Riscos Sucessivos e Vulnerabilidade Climática: Caminhos para um Continente Pacífico, Resiliente e Sustentável”.

Abrindo ontem a terceira edição do evento, o presidente egípcio, Abdel Fattah El Sisi, destacou a necessidade de uma agenda pan-africana para promover os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável e enfrentar os efeitos das mudanças climáticas.

Em mensagem gravada, o presidente especificou que o encontro ocorre em meio a sérios desafios globais com importantes repercussões políticas e econômicas para a região.

“Estes desafios estão a refletir-se no continente africano, principalmente na sua segurança alimentar e energética, saúde, economia e também na vertente social”, alertou o responsável.

Além disso, pediu o aumento da produção agrícola e o combate a outros problemas como o terrorismo, o contrabando de armas, o tráfico de seres humanos e a imigração ilegal.

O Fórum de Asuán é uma oportunidade única para discutir a ameaça das alterações climáticas, sublinhou o presidente, que lembrou que o Egito vai acolher uma cimeira mundial sobre o tema no próximo mês de novembro.

Por outro lado, o secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, destacou que apenas dois por cento dos investimentos mundiais em energias renováveis vão para África, embora a região seja a mais afetada pelo problema.

Os povos desta área estão enfrentando uma crise sem precedentes causada pelo Covid-19 e exacerbada pela disparada dos preços de alimentos, combustíveis e fertilizantes como resultado do conflito na Ucrânia, observou ele em outra mensagem gravada.

Devemos expandir o acesso dos países africanos ao financiamento e alívio da dívida, para que possam investir na criação de empregos, redução da pobreza, proteção social ampliada, segurança alimentar e crescimento verde, disse ele.

Da mesma forma, instou a silenciar as armas na região, abordar as raízes dos conflitos, a desigualdade e a discriminação, bem como fortalecer a governança, as instituições, os serviços públicos e os sistemas de justiça.

oda/rob / fav

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.