19 de August de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Eleição de Gustavo Petro na Colômbia destacada na Argentina

Argentina-elección-Gustavo-Petro

Eleição de Gustavo Petro na Colômbia destacada na Argentina

Buenos Aires, 20 jun (Prensa Latina) A vitória eleitoral de Gustavo Petro e o Pacto Histórico na Colômbia é uma vitória extraordinária que deve ser saudada hoje pelas forças democráticas da América Latina, disse o cientista político argentino Atilio Borón.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Em artigo publicado no jornal Página 12, o renomado analista destacou que a chegada do representante das forças alternativas e de esquerda no governo colombiano ganha especial relevância porque vem de um país que há décadas está sujeito a um dos mais brutais e sanguinários regimes de direita da região.

Os candidatos do Pacto… lutaram contra um estabelecimento que controla todas as alavancas do poder. Este é um resultado com repercussões continentais, pois reafirma os ventos de mudança que se instalaram na América Latina com a eleição de Andrés Manuel López Obrador no México em 2018, disse ele.

Borón destacou que as vitórias de López Obrador, Alberto Fernández (Argentina), Luis Arce (Bolívia), Daniel Ortega (Nicarágua), Pedro Castillo (Peru), Xiomara Castro (Honduras), Gabriel Boric (Chile) e Petro demonstram a vontade de transformação que está se tornando cada vez mais forte no continente mais desigual do planeta.

Isto proporciona um cenário promissor contra o qual será travada uma grande batalha em outubro no Brasil, onde Luiz Inácio Lula da Silva parece estar pronto para vencer, acrescentou ele.

Entretanto, alertou sobre os desafios enfrentados por Petro e sua companheira de corrida, Francia Márquez.

A trágica história da Colômbia nos obriga a sermos cautelosos. Petro deverá assumir a presidência em 7 de agosto, portanto é necessário subir uma colina de quase dois meses antes de chegar ao Palácio de Nariño. O passado da região é rico em exemplos de eleições roubadas, assassinatos e todos os tipos de estratagemas destinados a contornar a vontade da maioria da população, advertiu Borón.

Em um país sobrecarregado por narco-governos que forjaram uma sólida aliança entre paramilitarismo, tráfico de drogas e aparato de segurança estatal, não seria estranho encontrar setores de extrema direita dispostos a fazer qualquer coisa para impedir Petro e Márquez de tomar posse, disse ele.

Ele também declarou que nos últimos anos a Colômbia se tornou um protetorado dos EUA, com pelo menos sete bases militares americanas instaladas em seu território.

Portanto, o Pacto Histórico tem que redobrar sua atitude de vigilância permanente para evitar que sua vitória seja roubada pela direita – que controla a riqueza, o Judiciário e a grande mídia – e seus apoiadores baseados em Washington. Para isso será essencial contar com as pessoas conscientes, organizadas e mobilizadas, afirmou ele.

Segundo dados do Escritório Nacional de Registro da Colômbia, com todos os postos de votação informados, a Petro obteve 11 milhões 281 mil 13 votos a seu favor para 50,4% dos votos válidos.

Enquanto seu oponente, Rodolfo Hernández, atingiu 47,3% (10.580.412 milhões).

mgt/ gas/ bm

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.