12 de August de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Abertura econômica e justiça social, as prioridades da Rússia

Putin-3

Abertura econômica e justiça social, as prioridades da Rússia

Abertura econômica e justiça social, as prioridades da Rússia
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Moscou, 18 jun (Prensa Latina) A 25ª edição do Fórum Econômico Internacional de São Petersburgo (Spief) e as expectativas sobre o discurso do presidente russo, Vladimir Putin, no evento, chamaram a atenção da mídia do país nesta semana.

A participação de delegações oficiais de mais de 40 países, ao nível de presidentes, primeiros-ministros e ministros, bem como a presença de empresários, dirigentes industriais, cientistas e empresários de mais de 100 nações, quebraram os presságios da escassez de, apesar do boicote ao conclave organizado a partir do Ocidente.

Ontem, o presidente russo enviou uma mensagem conciliadora ao mundo sobre o interesse de Moscou em ajudar, na medida do possível, a restabelecer os problemas econômicos que enfrenta, causados principalmente, disse ele, pelos erros cometidos pelas nações ocidentais, especialmente as europeias, desde o início da crise causada pela pandemia de Covid-19.

Sobre o presente e o futuro da Rússia, Putin estabeleceu diretrizes concretas sobre os princípios de desenvolvimento da economia nacional, destacando que o primeiro é que nunca seguirá o caminho do autoisolamento e da autarquia.

Ele disse que outra das diretrizes que vão reger a estratégia de seu governo é a confiança nas liberdades empresariais. Nesse sentido, sublinhou que qualquer iniciativa privada que vise o benefício da Rússia deve receber o máximo apoio e espaço para a sua implementação.

Da mesma forma, destacou o papel da sustentabilidade de uma política macroeconômica equilibrada. O país não “repetirá a triste experiência dos colegas ocidentais que desencadearam uma espiral inflacionária e desequilibraram suas finanças”, disse ele.

O chefe de Estado afirmou que nada do que se faz sentido sem justiça social, pelo que insistiu na necessidade de reduzir a pobreza e a desigualdade no país.

Nesse sentido, ele dirigiu uma série de novas medidas para reduzir a lacuna no potencial econômico das regiões da nação euroasiática e para a criação de novos empregos nos locais onde eles são mais necessários.

O presidente russo também se referiu à importância do crescimento nas taxas de desenvolvimento de infraestrutura, para o qual Moscou aumentou os gastos orçamentários diretos no fortalecimento das artérias de transporte.

Explicou que em 2023 o país vai implementar um plano de grande envergadura para a construção e reparação da principal rede de autoestradas federais e regionais e anunciou o lançamento de um novo programa abrangente para a modernização do setor habitacional e serviços comunitários.

Como ponto chave, Putin enfatizou que o objetivo final de tudo é alcançar a soberania tecnológica. “Precisamos trazer todas as esferas da vida para um nível tecnológico qualitativamente novo”, disse ele.

A 25ª edição do Spief teve como tema principal “O novo mundo, novas oportunidades”, e o principal programa de negócios foi dividido em quatro eixos temáticos focados na economia mundial e russa, na agenda social e tecnológica e no desenvolvimento do potencial humano.

Nas últimas duas décadas, o fórum de São Petersburgo tornou-se uma plataforma global líder de comunicação entre representantes da comunidade empresarial, para fomentar a cooperação e discussão das principais questões econômicas enfrentadas pelo país, mercados emergentes e o mundo em geral.

car/mml/ans

PL-21

2022-06-18T04:11:11

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.