2 de July de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Granma ou Matanzas? A questão do beisebol cubano

Cuba-serie-nacional-Granma-vs-Matanzas

Granma ou Matanzas? A questão do beisebol cubano

Por Jhonah Diaz Gonzalez
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Bayamo, Cuba, 17 jun (Prensa Latina) Um dos versos mais famosos da literatura universal parece perfeito hoje para ilustrar o dilema da moda no cenário do beisebol cubano: Granma ou Matanzas?, eis a questão.

Nem mesmo o próprio William Shakespeare no papel de Nostradamus seria capaz de resolver o enigma ou, pelo menos, desvendar de forma confiável um playoff final que parece muito equilibrado e alerta para um fogo cruzado entre Alazanes do Granma e Crocodiles do Matanzas.

No entanto, vários argumentos podem ser (d)escritos na (vã) tentativa de antecipar o que acontecerá no Estádio dos Mártires de Barbados, nesta cidade, a partir das 14h, hora local, quando o fator motivacional terá sua parcela de proeminência, embora o desempenho no terreno acabe por fazer pender a balança.

A história mais recente deixou os sáurios do técnico Armando Ferrer em melhor situação, que dominou a sub-série por 3-2 na fase regular; no entanto, ambas as equipes disputaram a flâmula da campanha anterior e a equipe de Carlos Martí saboreou os méis do sucesso (2-4).

Acrescente que o equilíbrio na pós-temporada também favorece o agora local Granma (6-12), equipe capaz de se manter invicta em oito rodadas de eliminações diretas desde 2015, quando caiu de joelhos diante do Tigres de Ciego de Ávila (1-4 ), sua vítima nas semifinais desta edição.

Depois daquele desastre contra os felinos, o panorama mudou radicalmente e Martí levantou o troféu de campeão nos anos de 2017, 2018 e 2021, com uma geração de ouro que agora sofre várias ausências significativas, o que, no entanto, não impediu a classificação para mais um fechamento de o torneio.

Osvaldo Abreu (3B), Guillermo Avilés (1B), Carlos Benítez (BD), Iván Prieto (R) e Alexquemer Sánchez (RF) voltam a ser importantes num plantel que vai contar com a precisão dos lança-chamas César García, Leandro Martínez , Joel Mojena e Carlos Santana, além da sabedoria de seu mentor.

É claro que o trio de titulares formado por García, Martínez e Mojena terá que melhorar seus números, já que teve média de 0,341 na fase anterior, e agora enfrentará vários dos melhores rebatedores do país, incluindo o ex-jogador da liga principal Erisbel Arruebarena (H.H).

A realidade sugere que o poder ofensivo está no banco de Matanzas, com figuras experientes como Yadil Mujica (2B), Jefferson Delgado (3B), Ariel Sánchez (LF), Arruebarena, Yariel Duque (1B), Javier Camero (BD) e Yadir Drake (RF).

Mas, Ferrer tem pólvora limitada na equipe de arremessadores, a ponto de resolver as semifinais contra Gallos de Sancti Spíritus com apenas quatro arremessadores: Renner Rivero, Dariel Góngora, Yamichel Pérez e Noervys Entenza, que foi decisivo no papel de apaziguador.

Também é um truísmo que o mais difícil neste esporte é conectar a rodada e em termos de arremessadores, nenhuma das equipes se destaca sobre a outra, motivo que dará maior peso ao julgamento de seus diretores quando se trata de para mover as fichas.

Quatro meses depois de ouvir a primeira voz de “jogar bola” da 61ª Série Nacional, Alazanes e Cocodrilos voltam a ter desafios de “vida ou morte” e a paridade é tal que especialistas e seguidores dividem os critérios na hora de nomear o Favorito.

O palco está montado e a rivalidade atinge níveis insuspeitos, embora o dilema da moda no cenário atlético na maior das Antilhas: Granma ou Matanzas?, permaneça no ar e a solução salomônica seja esperar pelas múltiplas variantes dessa disciplina inconstante chamado beisebol.

rgh/jdg/ls

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.