15 de August de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Ameaças geológicas após forte terremoto na China

Ameaças geológicas após forte terremoto na China

Beijing, 2 de jun (Prensa Latina) Especialistas da China realizam hoje uma inspeção terrestre da aérea e 1.953 locais da província de Sichuan (sudoeste) com potencial para registrar desastres geológicos, após o forte terremoto que deixou perdas humanas e materiais.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

As autoridades detalharam que 236 profissionais estão envolvidos nessas tarefas, contando com 37 drones para pesquisar os locais mais perigosos e suas conclusões ajudarão a implementar medidas de prevenção para a possível ocorrência de mais tremores e chuvas.

Essas operações são realizadas em torno dos condados de Lushan e Baoxing, ambos cercados por altas montanhas e os mais afetados pelo terremoto de quarta-feira.

Como um todo, o governo local começou a limpar escombros e consertar muitas estradas que estavam obstruídas e quebradas pela queda de terra e pedras abundantes, além de gastar 7,5 milhões de dólares para apoiar a contingência.

O terremoto de magnitude 6,1 ocorreu ontem às 17:00, hora local, exatamente em Lushan e a profundidade de seu epicentro foi de 17 quilômetros.

Três minutos depois, um tremor secundário de magnitude 4,5 atingiu Baoxing, e também houve fortes tremores em lugares mais distantes, incluindo a capital provincial Chengdu e o município de Chongqing.

De acordo com o relatório oficial, pelo menos quatro pessoas foram esmagadas até a morte por pedras que caíram, outras 41 ficaram feridas e há 13.081 vítimas que se mudaram para tendas.

O fenômeno danificou 4.509 residências, cinco hidrelétricas e muitas rodovias, enquanto imagens divulgadas na imprensa e redes sociais também mostram vários veículos completamente destruídos.

Sichuan sofre regularmente o impacto de terremotos severos e um deles em 2008 deixou 87.000 mortos e milhares de desaparecidos, pelo que foi definido como o pior registrado na China nos últimos anos.

jf/ymr / fav

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.