7 de July de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Próximo orçamento no Uruguai no olho crítico da semana

Próximo orçamento no Uruguai no olho crítico da semana

Montevidéu, 28 de maio (Prensa Latina) O 32º Congresso do Partido Comunista do Uruguai encerra hoje uma semana em que criticou os possíveis cortes orçamentários que serão anunciados na próxima Prestação de Contas do Governo perante o Parlamento.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Para o senador de suas fileiras, Oscar Andrade, a política de cortes de gastos em momentos de expansão econômica do país é questionável.

Referiu-se ao “crescimento recorde das exportações” nas linhas agrícolas e considerou ser urgente tomar medidas para que não coincida com a redução dos salários, pensões e investimento nas empresas públicas, habitação e educação.

Ele também enfatizou o panorama das panelas populares, para as quais familiares vulneráveis ​​vão em busca de alimentos, como “a parte mais crítica” de uma deterioração do indicador de insegurança alimentar que atinge quase 30% dos uruguaios, e para 6,0 em estado grave.

Por sua vez, o presidente da Frente Ampla, Fernando Pereira, reiterou que o governo de coalizão de direita não cumpriu a promessa de não baixar os salários e pensões que tiram o poder de compra das famílias médias e fazer um investimento educacional em 135 escolas secundárias modelo.

Alertou que sem aumento de rubricas no próximo orçamento do Estado, o país viverá uma situação ainda pior do que a actual, e “teremos consequências letais” se o anúncio do Ministério da Economia de “gasto zero” no ajuste de valores a serem apresentados até 30 de junho.

A Federação Uruguaia de Cooperativas de Habitação para Ajuda Mútua (Fucvam) compartilhou essas preocupações e reiterou que se mobilizará diante do Parlamento antes da próxima Prestação de Contas Orçamentária dos cortes previsíveis.

Seu presidente, Gustavo González, expôs entre as prioridades desse movimento a solução de 70 mil salas deficitárias, a necessidade de empréstimos bancários e a isenção do Imposto sobre Valor Agregado (IVA) como o setor tem.

A deputada da Frente Amplio Bettiana Díaz afirmou que o partido ao qual pertence continuará exercendo o papel de controle do governo, como ficou claro no interrogatório anterior da ministra Azucena Arbeleche. Díaz criticou que a responsável tenha deixado sem resposta os problemas do país levantados, que canalizou em 22 questões nas quais se abordam a questão dos níveis de pobreza, acesso aos alimentos, escassez, como sobem os preços e descem os salários.

Lembrou que a força política de esquerda entregou uma carta à Torre Executiva com propostas económicas para fazer face à emergência social provocada pela pandemia, mas que também não houve resposta do partido no poder. Um comunicado da bancada legislativa reiterou a profunda preocupação com o rumo da política económica, a deterioração do tecido social e produtivo que se vai acumulando e a falta de uma agenda para promover o crescimento e o desenvolvimento “à altura dos desafios do nosso tempo”.

car/h

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.