29 de June de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Produtos lácteos fabricados em Cuba, maior qualidade e variedade

produtos-lacteos-fabricados-em-cuba-maior-qualidade-e-variedade

Produtos lácteos fabricados em Cuba, maior qualidade e variedade

Havana, 27 de maio (Prensa Latina) A indústria de laticínios cubana apresenta hoje maior qualidade e variedade nos produtos que oferece, apesar de desafios como a falta de matérias-primas e a necessidade de substituir as importações.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Um exemplo do que eles são capazes de fazer é o iogurte natural batido que o Complexo Laticínios Havana apresentou na recém-concluída Cuba Feira Alimentar 2.0 , uma bebida embalada em potes termoformados e comercializada sob a marca Matilda.

A novidade da proposta vai além do produto em si, mas estende-se à embalagem, pois é uma linha incorporada à atividade da empresa e em fase de testes, que inclui uma máquina de termoformagem para embalar à medida que é elaborada.

O iogurte é destinado a todos os mercados existentes, disse o diretor do complexo, Chelenin Darias Jorge, que especificou que atualmente é vendido em pequenas quantidades em alguns mercados em pesos cubanos, a 25 pesos por um pote de 125 gramas e 30 pesos por 180 gramas, os dois formatos disponíveis.

“Com as vendas fronteiriças, em moeda livremente conversível, financiaríamos as vendas em moeda nacional”, explicou Darias Jorge.

É um iogurte dietético feito de leite em pó desnatado, com baixo teor de açúcar e com um teor mínimo de gordura de um por cento.

É uma opção para diabéticos, destacou, porque a variante que estamos aplicando é pobre em açúcar, embora em breve testemos adoçantes para torná-la completamente dietética.

A isto junta-se que não tem gordura e é probiótico, assegurou.

Enquanto isso, a empresa de laticínios de Holguín (leste) está determinada a buscar alternativas para continuar com a fabricação das diferentes linhas, apesar das dificuldades em obter os recursos que demandam.

O diretor geral da entidade, Daichel de los Reyes, disse à Prensa Latina que realizam testes com diferentes diluentes, sendo o leite de vaca fresco fornecido pelos produtores a principal matéria-prima de todos os processos.

Isso contribui para a substituição de importações que o país exige, disse ele, e listou as ofertas que sua fábrica trouxe para a Feira Alimentar Cuba 2.0.

Viemos com uma amostra de 15 produtos, entre queijos duros e semiduros, queijos de massa filata, frescos, alguns feitos com azeitona e pimenta, além de iogurte e doce de leite, disse.

A presença no evento se deve à necessidade de buscar novos destinos e fornecedores, algo que levou ao evento realizado na Pabexpo de 24 a 26 de maio e considerado um dos mais importantes do país caribenho para produção e comercialização de alimentos.

“Nssos produtos estão destinados fundamentalmente à canasta básica, mas temos também a entrega ao turismo e outras instituções fora do território”, comentou De los Reyes, e insistiu no desejo de diversificar produções e mercados, para o qual contam com mais de 40 anos de experiência.

jha/kmg/glmv

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.