3 de July de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Esquivel pede ao Reino Unido que bloqueie a extradição de Assange

Pérez Esquivel, Reino Unido, extradición, Assange

Esquivel pede ao Reino Unido que bloqueie a extradição de Assange

20 de maio (Prensa Latina), O ganhador do Prêmio Nobel da Paz Adolfo Pérez Esquivel, pediu ao governo britânico que bloqueasse a extradição do fundador do WikiLeaks, Julian. Assange, para os Estados Unidos, revelou hoje fontes próximas ao caso.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

De acordo com a Campanha Contra a Extradição de Assange, o intelectual argentino enviou uma carta em inglês à Ministra do Interior do Reino Unido Priti Patel, que tem em suas mãos o futuro do jornalista australiano desde que a Alta Corte de Londres, em abril passado, anulou um veredicto anterior contra sua transferência para o território americano. Depois de lembrar que o juiz de primeira instância se opôs à extradição de

Assange por medo de que sua precária saúde mental o induziria a cometer suicídio em uma prisão dos EUA, Perez Esquivel alertou Patel que poderia haver consequências potencialmente fatais para o ciberativista se a Grã-Bretanha decidir entregá-lo à justiça dos EUA. Os Estados Unidos pretendem julgar o jornalista por publicar arquivos secretos do WikiLeaks em que crimes de guerra cometidos por seus militares no Iraque e

afeganistão e milhares de documentos comprometedores são expostos. Se julgado e condenado por um tribunal dos EUA, Assange, que está preso em uma prisão de

segurança máxima britânica desde sua prisão na embaixada do Equador em Londres, em abril de 2019, pode ser condenada a 175 anos de prisão pelas 17 acusações contra ele. O intelectual argentino, premiado com o Prêmio Nobel da Paz em 1980, considerou, no entanto, que o pedido de Washington é ilegal e abusivo, por isso instou o Ministro do Interior a defender o Estado de Direito e rejeitar a extradição. Ele também lembrou que várias organizações internacionais, incluindo as Nações Unidas, o Conselho da Europa e o Parlamento Europeu, além de dezenas de chefes e ex-chefes de Estado, expressaram preocupação com a situação de Assange e defendem sua libertação.

Junto-me à crescente preocupação coletiva sobre as violações dos direitos humanos, civis e políticos do Sr. Julian Assange, acrescentou Pérez Esquivel, que também alertou que a perseguição do fundador do WikiLeaks estabelece um mau precedente para a liberdade de imprensa, e ratifica a jurisdição universal dos Estados Unidos.

mgt/nm/mmd

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.