29 de June de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Forças russas atingem 350 alvos militares ucranianos

Forças russas atingem 350 alvos militares ucranianos

Moscou, 19 mai (Prensa Latina) As tropas russas de mísseis e artilharia atacaram 350 alvos militares ucranianos nas últimas 24 horas, disse hoje o porta-voz do Ministério da Defesa russo, o Major-General Igor Konashenkov.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Segundo o relatório, seis postos de comando, 295 áreas de concentração de tropas e equipamentos militares, 43 unidades de artilharia e argamassa e duas estações de guerra radio-eletrônica foram atingidas pelo fogo russo.

A defesa aérea destruiu 15 drones inimigos e interceptou 12 cartuchos do sistema Smerch em vários locais nas regiões de Kharkov e Kherson, na Ucrânia.

O alto funcionário russo observou que a aviação russa atacou 58 pontos de montagem de material de guerra e militar ucraniano, dois postos de comando, desativou 62 peças de armamento e eliminou mais de 340 nacionalistas.

As Forças Aeroespaciais visaram com mísseis de alta precisão a divisão do sistema de defesa aérea S-300 na região de Nikolaev e o complexo Buk-M1 das tropas ucranianas na autoproclamada República Popular de Donetsk (RPD).

Konashenkov disse que 11 foguete e depósitos de armas e munição no RPD e 26 áreas de concentração de soldados e equipamentos militares das Forças Armadas Ucranianas também foram eliminados.

A Rússia lançou uma operação militar na Ucrânia em 24 de fevereiro após as autoridades das autoproclamadas Repúblicas Populares de Donetsk e Lugansk terem pedido ajuda para repelir o aumento da agressão e o bombardeio pesado de Kiev.

Anteriormente, Moscou reconheceu a independência e soberania de ambos os territórios e assinou tratados de amizade, cooperação e assistência mútua com seus líderes, que incluíam o estabelecimento de relações diplomáticas e assistência militar.

Em seu discurso para anunciar o início da operação, o presidente russo Vladimir Putin disse que o objetivo era proteger o povo de Donbass dos abusos e genocídio de Kiev nos últimos oito anos, assim como “desmilitarizar” e “desnazificar” a Ucrânia.

O Ministério da Defesa russo enfatizou que os ataques não visam a população ucraniana ou as cidades ucranianas, mas a infraestrutura militar do país.

mem/mml/bm

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.