27 de June de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

RPDC intensifica campanha sanitária para controlar febre rara

RPDC, medidas, control, fiebre, rara

RPDC intensifica campanha sanitária para controlar febre rara

Pyongyang, 17 mai (Prensa Latina) A República Popular Democrática da Coreia (RPDC) intensificou a campanha de prevenção sanitária para impedir a propagação de uma febre de causa desconhecida que deixou 56 mortos e 1,4 milhão de afetados, informaram hoje os meios de comunicação.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

De acordo com a imprensa local, a iniciativa está a decorrer em todo o país, procurando controlar o surto o mais rapidamente possível e priorizando o fornecimento imediato de medicamentos à população 24 horas por dia.

As unidades médicas do Exército norte-coreano se somaram à distribuição de produtos a farmácias em Pyongyang, enquanto altos dirigentes do Partido dos Trabalhadores e do Governo verificam o processo de abastecimento, instados a mantê-lo estável mesmo em zonas remotas e a priorizar as demandas da população .

As autoridades também examinaram o funcionamento de hospitais, clínicas e armazéns de alimentos, direcionados a redobrar os esforços para evitar a reinfecção de pacientes recuperados e informar a população sobre os sintomas, métodos de prevenção e tratamento do contágio com a variante Omicron do coronavírus SARS-CoV-2 (causador da Covid-19).

Da mesma forma, 11.000 funcionários públicos, professores e estudantes de ciências médicas se juntaram nesta segunda-feira no check-up massivo de toda a população norte-coreana para detectar novos casos febris.

No domingo, o principal líder da RPDC, Kim Jong Un, analisou a situação da saúde em outra reunião partidária e instruiu a liberar e distribuir imediatamente as reservas estatais de fármacos com o objetivo de controlar a estranha patologia.

De todas as pessoas doentes, mais de 819.000 se recuperaram desde o início da febre no final de abril e pelo menos 663.000 ainda estão recebendo tratamento.

Na semana passada, a RPDC confirmou seu primeiro caso de Covid-19 e ativou o bloqueio para impedir a propagação da Omicron.

Nações vizinhas como a China garantiram que estão prontas para fornecer o apoio necessário na luta contra a doença, enquanto a Coreia do Sul se ofereceu para enviar vacinas e pessoal de saúde.

A RPDC foi um dos poucos países que permaneceu sem relatar casos de Covid-19, após a patologia ter sido relatada pela primeira vez na China em 2019 e o subsequente surto de sua pandemia no início de 2020.

No entanto, desde essa data as suas fronteiras estão fechadas e em dezembro passado intensificou a campanha sanitária com medidas como a informação sobre as normas sanitárias, a revisão dos protocolos de quarentena e o aumento dos trabalhos de esterilização.

jcm/ymr/hb

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.