26 de June de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Petróleo sobe por tentativa europeia de banir petróleo russo

petróleo, precios, alza

Petróleo sobe por tentativa europeia de banir petróleo russo

Londres, 17 mai (Prensa Latina) O preço do petróleo atingiu hoje a máxima de sete semanas devido à intenção da União Européia (UE) de proibir as importações de petróleo russo, o que reduziria a oferta no mercado energético.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Outro fator de influência foram as apostas dos investidores de que a demanda aumentará graças à flexibilização dos bloqueios devido ao Covid-19 na China.

Os ministros das Relações Exteriores da UE falharam nesta segunda-feira em pressionar a Hungria a suspender seu veto sobre o embargo de petróleo proposto por Moscou. No entanto, alguns diplomatas agora apontam para a cúpula de 30 e 31 de maio como o local para chegar a um acordo sobre uma proibição gradual do petróleo russo.

O Brent atingiu seu maior nível desde 28 de março, subindo US$ 1,07, ou 0,93%, para US$ 115,26. O US West Texas Intermediate (WTI) subiu 90 centavos, ou 0,77%, para US$ 115,07 o barril.

Para o analista da OANDA, Jeffrey Halley, os preços do petróleo bruto permanecem próximos das máximas de várias semanas, apoiados pelo aumento da gasolina e dos destilados nos Estados Unidos e pelos temores de uma proibição da UE às importações de petróleo russo.

A OANDA é líder em soluções para os mercados, e seu especialista lembrou que o petróleo bruto está em alta em 2022 e o Brent atingiu US$ 139 no início de março, o maior desde 2008.

mem/rfc/hb

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.