2 de July de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Reino Unido reformula seu programa de assistência ao desenvol

reino-unido-reformula-seu-programa-de-assistencia-ao-desenvol

Reino Unido reformula seu programa de assistência ao desenvol

Londres, 16 de maio (Prensa Latina) O governo britânico anunciou hoje que priorizará a entrega bilateral de ajuda oficial ao desenvolvimento em detrimento da multilateral, com o objetivo de neutralizar a influência de "atores malvados" sobre os países receptores.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

De acordo com a chanceler Liz Truss, o objetivo é garantir que o dinheiro fornecido pelo Reino Unido seja investido em setores-chave, como educação de meninas e apoio humanitário essencial.

Nossa estratégia aprofundará os laços econômicos, de segurança e desenvolvimento globalmente, ao mesmo tempo em que ajudará a criar empregos e crescimento tanto no Reino Unido quanto em países pobres, disse o chefe da diplomacia britânica.

Acrescentou que a partir de agora a ajuda oficial ao desenvolvimento será uma parte fundamental da política externa britânica, com o objectivo, disse, de travar a influência de ‘maus actores’ (países hostis que não identificou) que usam o dinheiro como forma de chantagem e influência econômica.

A deputada trabalhista Sarah Champion, que preside a comissão parlamentar encarregada de analisar a ajuda externa oferecida pela chancelaria, criticou o anúncio feito por Truss, considerando que condiciona a entrega de fundos ao comércio com o Reino Unido.

A ajuda em troca de benefícios comerciais é perigosa, porque distorce a essência da nossa assistência, que é apoiar os mais pobres e vulneráveis, seja nos países da África subsariana ou na Ucrânia, alertou o legislador

.

Por lei, o Reino Unido deve destinar 0,7% de seu Produto Interno Bruto à ajuda oficial ao desenvolvimento, mas o governo conservador, liderado pelo primeiro-ministro Boris Johnson, decidiu no ano passado reduzir sua contribuição para 0,5%.

Como resultado da decisão, muito criticada por organizações não governamentais, e que as autoridades britânicas atribuíram ao impacto econômico da pandemia de Covid-19, nações pobres e em desenvolvimento perderam cerca de cinco bilhões de dólares.

mgt/nem/bj

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.