26 de June de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Pressão no Panamá para revogar a lei de incentivos fiscais no turismo

pressao-no-panama-para-revogar-a-lei-de-incentivos-fiscais-no-turismo

Pressão no Panamá para revogar a lei de incentivos fiscais no turismo

Cidade do Panamá, 16 de maio (Prensa Latina) A associação empresarial panamenha pediu hoje ao presidente do Panamá, Laurentino Cortizo, que vete um projeto legislativo destinado a criar incentivos fiscais ao turismo, avaliado como tendo evidentes distorções.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Em um comunicado da Câmara de Comércio, Indústrias e Agricultura do Panamá (Cciap), ao qual a Prensa Latina teve acesso, essa especifica que esta é a segunda vez em 15 dias que o presidente recebe esse pedido de veto, sem resposta.

A Cciap solicitou ainda a formação imediata de uma Comissão Técnica que no dia 1º de julho, quando começarem as sessões da próxima legislatura na Assembleia Nacional (Parlamento), apresente um projeto acordado pelos diferentes atores impactados e no qual prevaleçam os interesses do país.

A atual iniciativa permite que empresas ou pessoas físicas que adquerirem títulos, ações ou outros instrumentos financeiros emitidos por empresas com projetos fora do distrito do Panamá recebam um crédito de imposto de renda de 100% pelos valores investidos.

O sindicato especificou que a polêmica legislação gera desconfiança por sua falta de proporcionalidade, fiscalização e transparência, ao mesmo tempo em que alerta que o país provavelmente acabará financiando projetos turísticos que não teriam o impacto prometido.

A disposição concede o benefício a um pequeno mas poderoso grupo de promotores turísticos, incluindo as famílias Eleta, Bern e Alemán, com valores registados de 232 milhões, 155 milhões e 71 milhões de dólares, respectivamente, segundo a Cciap.

A entidade indicou que deve haver proporcionalidade em relação ao percentual de isenção fiscal que um investidor recebe para que esteja atrelado ao tamanho e escala do projeto, de acordo com o Plano Diretor de Turismo Sustentável 2030 e a capacidade de absorção e impacto que possam ter o projeto e o destino.

Também defenderam o estabelecimento de mecanismos prévios e posteriores que protejam o Estado, como estudos de viabilidade e viabilidade, impacto nas finanças públicas, impacto social e econômico e certificações ou auditorias.

mem/ga/bj

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.