29 de June de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Irã é o primeiro país a produzir vacinas cubanas anti-Covid-19

ira-e-o-primeiro-pais-a-produzir-vacinas-cubanas-anti-covid-19

Irã é o primeiro país a produzir vacinas cubanas anti-Covid-19

Teerã, 16 de maio (Prensa Latina) O Irã é hoje o primeiro país a produzir vacinas cubanas anti-Covid-19 com a entrada em operação de uma planta de produção do imunógeno PastoCorona, inaugurada no dia anterior nesta capital.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

“A inauguração da fábrica de vacinas PastoCorona no Irã consolida a colaboração científica e a inserção internacional das empresas BioCubaFarma”, disse o presidente daquela entidade antilhana, Eduardo Martínez, em mensagem no Twitter.

O novo centro de produção em série da vacina injetável PastoCorona é resultado da transferência, para o Instituto Pasteur, da tecnologia da vacina cubana Soberana02, uma conquista científica do Instituto Finlay de Vacinas.

A Soberana02 é a primeira vacina conjugada do mundo contra o Covid-19 e neste país é comercializada como PastuCovac, dizem especialistas na área consultados.

O fato demonstra a implementação dos resultados científicos de Cuba disponibilizados para a saúde e bem-estar social de determinados países como o Irã e a comunidade internacional em geral, disseram autoridades cubanas do setor.

Esta planta produtiva é mostrada como parte dos frutos emanados de reuniões anteriores à XVIII sessão da Comissão Intergovernamental Cuba-Irã, que mantém seus debates e trabalhos em comissões de especialistas nesta capital até amanhã, terça-feira.

A instalação foi inaugurada no dia anterior pelo vice-primeiro-ministro de Cuba, Ricardo Cabrisas, e pelo ministro da Saúde do Irã, Bahram Ainollahi, acompanhados pela primeira vice-presidente da empresa cubana BioCubaFarma, Mayda Mauri.

Os diretores gerais e adjuntos do Instituto Finlay de Vacinas de Cuba, Vicente Verez e Yuri Valdés, respectivamente, estiveram presentes no ato de abertura da planta.

Cuba foi o primeiro país do mundo em desenvolvimento a gerar suas próprias vacinas, disse Cabrisas, lembrando que o país tem três vacinas registradas e outras duas vacinas candidatas em processo de testes clínicos.

Cientistas e profissionais de saúde cubanos souberam crescer no atendimento à população e no desenvolvimento e produção de equipamentos, medicamentos e dispositivos para aliviar as consequências da Covid-19 no país antilhano, disse Cabrisas.

Cuba enfrentou durante a fase de pandemia devido à doença mencionada a necessidade de suprir a falta de respiradores nas salas de terapia intensiva e desenvolveu novos protocolos e sistemas de tratamento e atendimento aos pacientes infectados, explicou.

Toda essa experiência que Cuba coloca à disposição do mundo e principalmente ao alcance de países irmãos como o Irã, destacou Cabrisas, país com o qual a ilha compartilhou tecnologia e conhecimento no desenvolvimento de vacinas.

mgt/ynr/glmv

ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.