21 de May de 2022
nombre generico prensa latina

notícia

nombre generico prensa latina
Bandera portugal
Edição Portuguesa

NOTICIAS

Palestina quer ampla investigação sobre assassinato de jornalista

palestina, investigación, asesinato, periodista

Palestina quer ampla investigação sobre assassinato de jornalista

Tóquio, 14 mai (Prensa Latina) Cerca de mil okinawanos marcharam hoje pela paz e contra a forte presença de bases militares norte-americanas na ilha japonesa, informaram fontes locais.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email

Os manifestantes percorreram quase nove quilômetros pelas áreas onde se concentram as principais instalações do exército dos Estados Unidos, prática que realizam desde 1978 e que havia sido suspensa temporariamente devido ao impacto da Covid-19.

Após a Segunda Guerra Mundial, Okinawa permaneceu sob controle dos EUA por 27 anos. Embora Washington tenha devolvido o território após a assinatura do Acordo de Reversão de 1972, manteve 70% das bases estabelecidas na nação asiática na área.

A esse respeito, Junko Iraha, participante de Okinawa na marcha, disse à agência Kyodo que a situação em torno das bases não mudou em cinco décadas. Além disso, ainda ocorrem crimes e acidentes causados por soldados estrangeiros, observou.

“Espero que Okinawa esteja livre de bases um dia”, disse Keisuke Yokota, outro morador.

“Vamos unir forças para que Okinawa não volte a ser um campo de batalha”, pediu Hiroji Yamashiro, um dos organizadores do evento.

De acordo com uma pesquisa realizada pela referida mídia japonesa em abril passado, 55% dos habitantes daquela ilha rejeitam a presença militar dos EUA.

Além disso, cerca de 58% consideram que as referidas instalações devem ser significativamente reduzidas, 14% pretendem a sua eliminação total e cerca de 26% mostraram-se indiferentes.

Tóquio e Washington estão negociando há algum tempo para transferir a Estação Aérea Futenma do Corpo de Fuzileiros Navais de sua localização atual em Ginowan para uma área costeira menos populosa, mas a população local se opõe à transferência.

Nesse sentido, a investigação mostrou que 67% se opõem ao plano e mais da metade deles solicita o fechamento da base.

Por outro lado, o primeiro-ministro Fumio Kishida chegou a Okinawa em 15 de maio para participar das comemorações do 50º aniversário de seu retorno ao Japão.

car/lcp/ml

minuto por minuto
NOTAS RELACIONADAS
ÚLTIMO MINUTO
Logo Horizontal Prensa LAtina

© 2016-2021 Prensa Latina
Agência Latino-americana de Notícias

Rádio – Publicações – Vídeos – Notícias a cada minuto.
Todos os Rigts Reservados.

Rua E No 454, Vedado, Havana, Cuba.
Telefones: (+53) 7 838 3496, (+53) 7 838 3497, (+53) 7 838 3498, (+53) 7 838 3499
Prensa Latina © 2021.